COIMBRA,18 de Maio de 2022

Praça da Restauração do Mercado Municipal D. Pedro V abre amanhã

20 de Março 2022 Rádio Regional do Centro: Praça da Restauração do Mercado Municipal D. Pedro V abre amanhã

É já a partir de amanhã (21) que o Mercado Municipal D. Pedro V, situado em plena Baixa de Coimbra, vai entrar numa nova fase da sua actividade. A Praça da Restauração, que centraliza 12 novos espaços de refeições no piso 1 do mercado, vai abrir ao público com uma oferta vasta e diversificada. O novo espaço concentra sete postos de comida pequenos (com 12,4m2 cada) e cinco postos de comida grandes (com 13,5 m2 cada), uma cafetaria (com 33,7 m2), uma zona de backoffice destinada à lavagem de loiça, vestiários e arrumos (com 70m2) e outras duas praças (com um total de 507,73 m2). Lá será possível encontrar um serviço de takeaway, cafés, doces, gelados, frutas e sumos, crepes e waffles, cocktails, cerveja, vinhos e petiscos, saladas e sopas, pizzas e pastas, sushi, peixe e marisco e carnes, com especial destaque para os hambúrgueres.

A nova oferta surge depois de concluída a requalificação do Mercado Municipal D. Pedro V. “O objectivo é criar novas dinâmicas que atraiam mais pessoas para este espaço, novos públicos, que ajudem a dar uma nova vida ao Mercado Municipal e a esta zona nobre da cidade, a Baixa de Coimbra. Penso que esta Praça da Restauração vai cumprir com essa função de dinamização do espaço, pela diversidade de oferta que tem, de qualidade, por poder tornar-se num ponto de visita obrigatório, à semelhança do que acontece noutros mercados existentes em cidades portuguesas e europeias”, considera o vereador da CM Coimbra responsável pela na área dos Mercados Municipais e Feiras, Miguel Fonseca.

O horário de funcionamento do Mercado Municipal D. Pedro V será prolongado para esse efeito. Os pisos 1 e 2 passam a estar abertos até às 24h00, de segunda a quarta-feira, e até às 02h00 de quinta-feira a sábado. Já o piso 0 passa a estar aberto até às 19h00, de segunda-feira a sábado. O Mercado passa, ainda, a funcionar nos feriados de 15 de Abril (Sexta-feira Santa), 10 de Junho (Dia de Portugal), 1 de Dezembro (Restauração da Independência) e 8 de Dezembro (Imaculada Conceição).

O Mercado Municipal conta, também, para além da Praça da Restauração, com um espaço para pequenas feiras temáticas e eventos de animação. E brevemente como o Restaurante do Peixe (com 155,63 m2, situado no Piso 2). Os espaços de restauração, bebidas e afins são explorados pela empresa Renasceia – Hotelaria e Restauração, Lda., que venceu o concurso público, adjudicado em Outubro de 2020, pelo valor anual de 23.400 euros, sendo que o direito de exploração terá um prazo de 20 anos, renovável por períodos de um ano até ao limite de cinco renovações. O contrato foi formalizado em Maio de 2021.

Recorde-se que na última reunião do Executivo municipal, de 7 de Março, foi aprovado o procedimento de concurso de atribuição de locais de venda, por hasta pública, no Mercado Municipal D. Pedro V, bem como dos valores base de licitação. O acto público para a licitação de concessões vai realizar-se no próximo dia 23 de Março de 2022, pelas 10h00, no Salão Nobre dos Paços do Concelho. O objectivo passa por “criar novas condições ainda mais atractivas para a instalação de novos operadores nos espaços ainda vagos no Mercado Municipal, através do estabelecimento de novos valores-padrão mais reduzidos ou inexistentes, de modo a tentar cativar os potenciais interessados”, lê-se na informação técnica que serviu de suporte à decisão.

Os novos valores base de licitação definida para cada concessão são os seguintes: loja exterior – 125 euros por m2 ; lojas interiores – o valor resultante, para cada base de licitação, da aplicação de valores padrão definidos a título de taxa de ocupação mensal, arredondado para a meia centena de euros seguinte; bancas – o valor resultante, para cada base de licitação, da aplicação de valores padrão definidos a título de taxa de ocupação mensal, arredondado para a meia centena de euros seguinte. Os lanços não poderão ser inferiores a: loja exterior – 500 euros; lojas interiores – 50 euros; bancas – 25 euros. Cada loja ou banca será licitada separadamente.

A empreitada de requalificação e modernização do Mercado Municipal D. Pedro V, executada pela empresa Veiga Lopes, SA, que venceu o concurso público, foi iniciada em Março de 2020 e representa um investimento superior a 1,5 milhões de euros. A operação foi candidatada a fundos comunitários, tendo sido aprovado pelo Programa Operacional Regional do Centro (Centro 2020), em Março de 2021, sendo elegível 1.078.406,52 euros com uma comparticipação do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) de 85%, isto é, de 916.645,54 euros.

Fonte: Campeão das Províncias

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM