COIMBRA,4 de Agosto de 2021

Pedra de Ançã recebeu Prémio Cinco Estrelas Regiões/2021

7 de Julho 2021 Rádio Regional do Centro: Pedra de Ançã recebeu Prémio Cinco Estrelas Regiões/2021

A Pedra de Ançã foi distinguida como uma marca portuguesa e um ícone de referência nacional em 2021, estatuto que resulta de mais uma atribuição do Prémio Cinco Estrelas Regiões/2021.

A distinção foi entregue numa sessão que decorreu a nível nacional, via online, com a apresentação pública dos vencedores Cinco Estrelas Regiões a estar a cargo do apresentador José Figueiras, num formato de programa de entretenimento em directo com a participação dos vencedores.

Em representação do município de Cantanhede, esteve o vice-presidente Pedro Cardoso, que a este propósito assinalou que “esta distinção – Prémio 5 Estrelas Regiões é obviamente um motivo de orgulho pelo reconhecimento do valor artístico dos trabalhos em Pedra de Ançã, assim como a importância e interesse cultural e patrimonial, o prestígio, a relevância histórica desta preciosidade que permitiu fazer
algumas das mais belas obras em termos de escultura e arquitetura. A Pedra de Ançã marca presença quer nas catedrais, igrejas, palácios, solares mas também no espaço público e nas casas mais simples do povo”.

O autarca recordou ainda o Museu da Pedra do município como “um hino museológico à Pedra de Ançã, matéria-prima por excelência da arte, da escultura e arquitetura da renascença coimbrã” destacando que “Coimbra foi na época Medieval um grande centro de escultura, o que muito deve à Pedra de Ançã. Grandes escultores radicaram-se em Coimbra, tendo produzido obras notáveis: Mestre Pero, João Afonso Diogo Pires, o Moço, Diogo Pires, o Velho, Nicolau Chanterenne, que fez o portal e os túmulos dos reis D. Afonso Henriques e D. Sancho I para a Igreja de Santa Cruz; João de Ruão que talhou a Porta Especiosa e o altar da Capela do Santíssimo Sacramento da Sé Velha bem como magnífico púlpito de Santa Cruz, para citar só alguns exemplos de alguns escultores, monumentos e obras”.

Também o presidente da Junta de Freguesia de Ançã, Cláudio Cardoso, se manifestou “bastante satisfeito com mais este galardão atribuído a um dos pilares identitários da nossa histórica vila”, que “depois da participação nas 7 Maravilhas, precisamente com “Arte em Pedra de Ançã” viu agora este tesouro receber mais uma distinção“.

O edil camarário salientou que “a atribuição do prémio nesta categoria foi feita através de estudo de mercado junto de uma amostra representativa da população portuguesa de 346.000 indivíduos, logo, mostra que a população em geral voltou a reconhecer a existência/excelência desta pedra e a sua importância na Região e no País”.

O elevado nível de exigência e rigor da metodologia Cinco Estrelas destaca um grupo restrito de marcas que se evidenciam pela sua excelência e elevado nível de satisfação global junto dos consumidores, contribuindo para a promoção das regiões onde estão inseridas, inclusive os principais recursos patrimoniais preferidos dos portugueses, no total de 112.

O “Prémio Cinco Estrelas Regiões” é um sistema de avaliação que mede o grau de satisfação que produtos, serviços e marcas de origem portuguesa conferem aos seus utilizadores, tendo como critérios de avaliação 5 principais variáveis que influenciam a decisão de compra dos consumidores.

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM