COIMBRA,4 de Agosto de 2021

ISEC quer reforçar oferta formativa na área das “smart cities”

22 de Julho 2021 Rádio Regional do Centro: ISEC quer reforçar oferta formativa na área das “smart cities”

O presidente do Instituto Superior de Engenharia de Coimbra afirmou que o ISEC está a reforçar a sua oferta formativa na área das “smart cities” para “preparar altos quadros de engenharia que concebam, que executem e que liderem a transição digital das cidades”. Mário Velindro disse que o objectivo do ISEC “é tornar-se a escola de referência para as ‘smart cities’”. É capacitar estudantes e profissionais que já estejam a meio da sua vida profissional, “para transformarem as cidades em ambientes mais inteligentes, mais agradáveis, mais confortáveis, mais estimulantes e mais sustentáveis para os cidadãos que as habitam”.

As afirmações foram feitas durante a apresentação do mestrado em Cidades Sustáveis e Inteligentes – uma oferta formativa inédita em Portugal –, no auditório do ISEC. Para além de Mário Velindro, intervieram Maria Manuel Leitão Marques, presidente do Conselho Geral do Instituto Politécnico de Coimbra – IPC e eurodeputada do PS, Jorge Conde, presidente do IPC, e docentes do ISEC, alguns dos quais membros da comissão coordenadora do mestrado.

“Este é um curso que junta quatro departamentos do ISEC: Engenharia Civil, Engenharia Informática e de Sistemas, Engenharia Mecânica e Engenharia Eletrotécnica”, afirmou Mário Velindro. “Esta multidisciplinaridade, não só confere a este mestrado uma visão global sobre as ‘smart cities’, como também é uma excelente metáfora sobre a forma como o próprio IPC pode e deve funcionar: como um exemplo vivo de que o conhecimento não pode ser enfrentado apenas com um tipo saber, mas antes com a conjugação de diferentes saberes e de muitos contributos de ciências diversas que se juntam, e se articulam, para resolverem problemas comuns da economia e da sociedade”.

Segundo o presidente do ISEC, as escolas e os institutos do Politécnico de Coimbra têm de se articular e interagir, complementando-se: “Se há uma missão que eu e os meus colegas da presidência consideramos essencial desenvolver é a promoção da inovação, a promoção da ciência e da permanente atualização do ensino e da investigação na engenharia em conjugação com outras escolas”, afirmou Mário
Velindro. “No ISEC estamos a trilhar os caminhos que são os desígnios defendidos pela presidência do IPC recentemente reeleita: promover a transversalidade das ofertas formativas, produzir mais e melhor ciência e reforçar a ligação à sociedade e às empresas”, afirmou. “Este engrandecimento só é possível se existir uma grande motivação para o trabalho dos nossos docentes e investigadores. É para essa motivação
dos docentes, e para a criação de mais e melhores condições para o seu trabalho, que todos temos de trabalhar!”.

Para Mário Velindro um desses trabalhos é a criação de mais e de melhores condições para os professores se envolverem “ainda mais” em projetos complementares. “O ISEC e o IPC terão de lutar, lado a lado, ombro a ombro, para garantirem aos nossos docentes mais projetos complementares”, afirmou. “Complementaridade, transversalidade e articulação com outras escolas do IPC: é esta nossa mensagem para dentro e para fora do ISEC!”.

Reforço da aposta formativa em sustentabilidade urbana

Este mestrado inédito em Cidades Sustentáveis e Inteligentes irá arrancar em outubro e irá capacitar os estudantes para o desenvolvimento de soluções inteligentes e sustentáveis nas áreas da mobilidade, energia, abastecimento de água e gestão de
resíduos.

“O nosso objetivo é formar quadros com uma visão global das várias dimensões que compõem uma ‘smart city’, desde a construção, gestão e planeamento urbano sustentável, até à criação de sistemas inteligentes de agregação e de tratamento de dados”, afirmou Mário Velindro. “Neste curso irá ser desenvolvida a componente sustentável do planeamento urbano, da gestão das suas infraestruturas, da construção de edifícios. E será também desenvolvida a parte tecnológica, isto é: tudo aquilo que torna as cidades efetivamente inteligentes, como é o caso dos sistemas inteligentes de apoio à decisão, do ‘big data’ ou da “internet das coisas’”.

Esta formação vem reforçar e complementar a oferta formativa do ISEC na área da sustentabilidade urbana. No ano letivo de 2018/2019 foi lançada a licenciatura em Gestão Sustentável das Cidades – também pioneira em Portugal – que, em 2020/2021, pelo terceiro ano consecutivo, voltou a esgotar todas as vagas na primeira ronda de ingressos no ensino superior.

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM