COIMBRA,17 de Maio de 2022

Investigadora do CES-UC ganha concurso ERC no valor de dois milhões de euros

19 de Março 2022 Rádio Regional do Centro: Investigadora do CES-UC ganha concurso ERC no valor de dois milhões de euros

Ana Cristina Santos, Investigadora Principal do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (CES-UC), ganhou um financiamento de dois milhões de euros atribuído pelo Conselho Europeu de Investigação (ERC) para liderar o projecto TRACE – Cidadania Queer ao Longo do Tempo: Envelhecimento, idadismo e políticas LGBTI+ na Europa.

Esta é a segunda vez que o ERC premeia o trabalho desenvolvido por esta investigadora. De acordo com Ana Cristina Santos, “o projecto TRACE centra-se na população lésbica, gay, bissexual, trans e intersexo idosa enquanto detentora de um saber precioso decorrente da sua experiência de memória, luta e resistência contra regimes opressivos”. O estudo incide sobre a Europa do Sul, investigando ao longo de cinco anos Portugal, Itália, Malta, Grécia e Eslovénia. Analisando, por um lado, o papel da União Europeia na transformação jurídica de cada país e, por outro, o impacto das políticas de igualdade ao longo da vida de pessoas LGBTI+, o projecto TRACE terá em conta diversas fases da História, desde a criminalização da diversidade, passando pela crise da SIDA/HIV até chegar às actuais políticas antidiscriminação.

Este estudo assume particular relevo no momento de turbulência política que a Europa atravessa. Nas palavras da investigadora responsável, “Os países incluídos no projecto TRACE oferecem uma imagem abrangente dos direitos humanos LGBTI na Europa do Sul ao longo do tempo, desde Malta com um índice de reconhecimento de 94% a Itália com apenas 22%, segundo dados da ILGA Europa. Trata-se de países que passaram de regimes políticos ou socioculturais repressivos para modelos que oferecem alguma protecção jurídica, mas nos quais podem observar-se os efeitos do populismo de extrema-direita e das campanhas anti-género”.

Ainda de acordo com Ana Cristina Santos, o principal objectivo do TRACE é “contribuir para políticas LGBTI+ inclusivas de pessoas com mais 60 anos, evitando o desperdício de experiência e produzindo conhecimento baseado em evidência sobre o envelhecimento LGBTI+”.

Com o TRACE, prevê-se um conjunto de impactos ao nível da produção de conhecimento científico original, formação de investigadoras/es em início de carreira, articulação com decisores políticos a nível nacional e europeu, capacitação de públicos diversificados e sensibilização social. Haverá lugar ainda para um filme documentário, uma exposição fotográfica e a criação do Arquivo online Vidas Queer 60+.

Socióloga e Doutorada em Estudos de Género, Ana Cristina Santos é Investigadora Principal no CES-UC, onde é co-coordenadora do Programa de Doutoramento Direitos Humanos nas Sociedades Contemporâneas e Coordenadora da Linha Temática Democracia, Justiça e Direitos Humanos. Membro do Comité Executivo da Associação Europeia de Sociologia, tem publicado extensivamente e liderado uma série de projectos de investigação sobre temas LGBTQI+, género, corpo e cidadania íntima. Os seus livros mais recentes são: The SAGE Handbook of Global Sexualities e The Tenacity of the Couple Norm, publicados em 2020.

Esta bolsa é já o oitavo financiamento do ERC que o CES obtém nos últimos anos, conseguida nos concursos mais competitivos da Europa. O objectivo das bolsas é o de apoiar as/os investigadoras/es numa fase em que estão a consolidar as suas equipas de investigação independentes. Neste cenário, é de sublinhar mais este reconhecimento da qualidade e inovação de projectos que são desenvolvidos pelas/os cientistas do Centro de Estudos Sociais.

Fonte: Campeão das Províncias

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM