COIMBRA,24 de Junho de 2021

Condeixa cria incubadora para empresas do sector do turismo e gastronomia

27 de Maio 2021 Rádio Regional do Centro: Condeixa cria incubadora para empresas do sector do turismo e gastronomia

A Câmara de Condeixa-a-Nova transformou uma antiga escola primária feminina numa incubadora de empresas ligadas ao setor do turismo e gastronomia, em cooperação com a Escola de Hotelaria de Coimbra, o Turismo de Portugal e a CIM de Coimbra.

“Este é um espaço de incubação para os jovens alunos da Escola de Hotelaria que queiram dar início a projectos próprios, que depois poderão ter apoio financeiro por parte da câmara”, disse o presidente do município de Condeixa-a-Nova, Nuno Moita da Costa, ontem (26) na inauguração da Escola de Condeixa Foodlab.

Este espaço, a Escola de Condeixa Foodlab, destina-se a empreendedores do sector do turismo, no âmbito do projecto “Tourism Creative Factory”, numa colaboração entre o município, o Turismo de Portugal, a Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra e a Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra.

A Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra, com esta iniciativa, disponibiliza aos seus alunos um espaço e recursos para ser possível desenvolver projectos e ideias de negócio ligadas ao turismo.

“Procuraremos ajudar as pessoas, no que diz respeito às suas qualificações profissionais, empresas e ideias de negócio, em primeiro lugar os profissionais que trabalham no mercado do turismo, com acções de formação, consultadoria e orientação”, disse o director da Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra, José Luís Marques.

“Estaremos também abertos para o público em geral, que esteja interessado em aprender, através de ‘workshops’ temáticos”, adiantou.

A antiga escola primária feminina de Condeixa-a-Nova (distrito de Coimbra) foi reabilitada para receber formação na área da hotelaria.

As intervenções na antiga escola permitiram transformar uma sala em cozinha e criar uma copa no edifício principal. As obras incluíram a construção de duas áreas para resíduos e uma despensa e ainda equipamentos de hotelaria.

A secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, também presente na inauguração do novo espaço de incubação de empresas, referiu-se a este projecto como “uma oportunidade aos jovens de materializarem os seus sonhos”.

“Numa altura em que o setor do turismo passa tempos especialmente difíceis, devido à pandemia de covid-19, estar a celebrar a criação de um espaço numa escola de empreendedorismo, criando novos negócios num setor que foi tão afectado, implica que todos tenhamos esperança no futuro”, sustentou.

A iniciativa é mais um projecto que integra a distinção Região de Coimbra: Região Europeia de gastronomia 2021-2022.

“É uma inovação a nível nacional, sendo o primeiro em Portugal. Através desta escola esperamos que os alunos se motivem e que façam experiências, ao nível do empreendedorismo e da inovação”, disse o presidente da CIM (Comunidade Intermunicipal) da Região de Coimbra, José Carlos Alexandrino.

Recorde-se que a CIM da Região de Coimbra é constituída pelos 17 municípios que integram o distrito de Coimbra – Arganil, Cantanhede, Coimbra, Condeixa-a-Nova, Figueira da Foz, Góis, Lousã, Mira, Miranda do Corvo, Montemor-o-Velho, Oliveira do Hospital, Pampilhosa da Serra, Penacova, Penela, Soure, Tábua e Vila Nova de Poiares – e pelos municípios da Mealhada e de Mortágua, nos distritos de Aveiro e de Viseu, respetivamente.

Agência LUSA

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM