COIMBRA,2 de Agosto de 2021

Associados da Figueira com Sabor a Mar lamentam efeitos da pandemia

5 de Julho 2021 Rádio Regional do Centro: Associados da Figueira com Sabor a Mar lamentam efeitos da pandemia

Na Assembleia Geral da Associação Figueira com Sabor a Mar, que tinha sido adiada devido à covid-19, verificaram-se os efeitos provocados pela pandemia, com os lamentos dos empresários a fazerem-se sentir.

Verificou-se que quase 50% dos associados deixaram a associação, devido à necessidade de cortar nas despesas neste momento de dificuldade ou até mesmo porque muitos empresários deixaram o negócio.

Presidiu à sessão Jorge Simões (Lupa Hotéis), que abriu os trabalhos com palavras de esperança e optimismo, confiante de que “isto vai melhorar e retomar o seu rumo” e relembrando que é necessário manter todos os cuidados.

No decorrer dos trabalhos todos os pontos foram aprovados por unanimidade, depois do presidente da direcção, Mário Esteves (Esteves & Martins), ter dado todas as explicações sobre a acta da Assembleia Geral anterior; apreciação e discussão do orçamento e plano de actividades para 2021; relatório de gestão e prestação de contas, bem como parecer do conselho fiscal e apreciação e discussão da proposta de aplicação de resultados do exercício de 2020.

Perante este duro cenário, Mário Esteves salientou a “resiliência, dedicação e esforços” dos associados em manter a restauração e hotelaria viva, “trabalho meritório reconhecido pelas entidades oficiais”, disse. Se, em 2020, não foi possível concretizar grande parte dos objectivos, a estratégia passa, em 2021, pela reorganização dos festivais, tendo sempre em atenção as medidas dos possíveis confinamentos.

Este ano, foram marcados apenas quatro festivais, mas o primeiro (Lampreia e Sável) não se realizou devido à covid-19. Já o Festival das Caldeiras aconteceu em Junho, estando ainda agendados os festivais da Feijoada de Búzios, de 3 a 12 de Setembro, e do Bacalhau e Derivados, entre 19 e 28 de Novembro.

Mário Esteves falou ainda das dificuldades que a associação vai ultrapassando. Em 2020, movimentou pouco mais de nove mil euros, mas, este ano, o orçamento ronda os 23 mil euros, valores que só são possíveis de alcançar com a “dedicação dos sócios, patrocinadores e entidades. Só assim conseguimos manter o equilíbrio financeiro”.

Confiantes de que tudo isto vai passar, os dirigentes do Sabor a Mar apelam a uma maior receptividade da restauração e hotelaria figueirense para com a associação, na perspectiva que o turismo figueirense “fique a ganhar”.

Jornal Campeão das Províncias

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM