COIMBRA,18 de Julho de 2024

Região de Coimbra e Câmara de Comércio estreitam laços empresariais com o México

7 de Fevereiro 2024 Rádio Regional do Centro: Região de Coimbra e Câmara de Comércio estreitam laços empresariais com o México

Um acordo celebrado entre a Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra e a Câmara de Comércio e Indústria Luso-Mexicana (CCILM) vai reforçar as oportunidades de negócio entre os dois países, disseram os subscritores.

O embaixador dos Estados Unidos Mexicanos em Portugal, Bruno Figueroa, que também assinou esta terça-feira o protocolo, em Coimbra, na qualidade de “testemunha de honra”, afirmou que, na relação entre os dois países, “a potencialidade é enorme” para realizar negócios em diferentes áreas.

“Acredito que este é um grande momento para aproximar as organizações empresariais de Portugal e do México”, disse.

Bruno Figueroa realçou as “oportunidades de negócio” que se abrem no México para as empresas portuguesas, bem como, em sentido inverso, as “oportunidades de investimento” dos empreendedores do seu país em Portugal.

Falando aos jornalistas na sede da CIM da Região de Coimbra, nesta cidade, após a celebração do protocolo de colaboração, o diplomata salientou que no caminho iniciado envolve diversas entidades da região, como a Universidade de Coimbra e o Instituto Politécnico de Coimbra, cujos representantes participaram numa reunião com as diferentes partes que antecedeu a cerimónia.

“Estou certo de que os centros de investigação dos dois países irão participar neste processo”, defendeu o embaixador do México acreditado em Lisboa.

Por sua vez, o presidente da Comunidade Intermunicipal, Emílio Torrão, enfatizou a importância de “privilegiar as relações empresariais” entre os dois países, indicando que a entidade local, “atenta a estas realidades”, se empenhou na assinatura de um acordo de parceria que, nos próximos anos, “vai servir de base” a diversas iniciativas de cooperação entre as entidades signatárias e as empresas.

“O acordo pode contribuir para a aproximação das duas economias. É isso que temos feito nos últimos 20 anos”, afirmou o presidente do conselho director da CCILM, Eduardo Serra Jorge.

O empresário português explicou que o trabalho a desenvolver pela Câmara de Comércio e Indústria Luso-Mexicana, em cooperação com a CIM da Região de Coimbra, visa sobretudo os sectores do agronegócio.

“O México é um mercado difícil, que é um mercado maduro”, disse, prevendo a concretização de “investimentos a médio e longo prazo”.

“No quadro das suas competências, a CIM pretende criar um ambiente estimulante à competitividade e atracção de investimento, visando a dinamização da economia e a afirmação da Região de Coimbra, a nível nacional e internacional, como uma região atractiva para o investimento e crescimento empresarial”, de acordo com o texto do protocolo.

Do documento, é também realçado que a CCILM “tem como missão principal implementar e desenvolver um conjunto de iniciativas que possam contribuir para o desenvolvimento das relações socio-económicas” entre Portugal e o México.

Durante a tarde, as comitivas da Embaixada do México e da Câmara de Comércio e Indústria visitaram o Instituto Pedro Nunes, em Coimbra, e outros pontos da região.

Fonte: Campeão das Províncias

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM