COIMBRA,18 de Maio de 2024

Receita pelo uso do Estádio pelos Coldplay em Coimbra será para a Académica

28 de Fevereiro 2023 Rádio Regional do Centro: Receita pelo uso do Estádio pelos Coldplay em Coimbra será para a Académica

A eventual receita pela cedência do Estádio Cidade de Coimbra para os quatro concertos dos Coldplay na cidade será para a Académica – Organismo Autónomo de Futebol (OAF), entidade que gere o espaço.

Sobre quem é que irá receber pela ocupação do Estádio Cidade de Coimbra a 17, 18, 20 e 21 de Maio, para os concertos dos Coldplay, o presidente do Município, José Manuel Silva, disse, esta segunda-feira, que será a Associação Académica de Coimbra (AAC/OAF), clube que milita no terceiro escalão de futebol.

“Há um contrato de cedência do Estádio com a Académica e a gestão é feita pela Académica, em que as rendas das instituições e empresas lá instaladas são recebidas pela Académica”, frisou o autarca.

O Estádio Cidade de Coimbra, construído para o Euro 2004, custou cerca de 50 milhões de euros, com a grande maioria do investimento a ter sido suportada pela autarquia.

Questionado sobre quanto é que a Académica vai receber pela ocupação do Estádio, José Manuel Silva referiu que esses “não são números” que lhe dizem respeito.

“Nós atraímos os Coldplay para Coimbra mas, naturalmente, quem cede o Estádio em termos formais e legais é a OAF e os eventuais benefícios da cedência são para a Académica/OAF”, referiu, aclarando que o investimento feito pelo Município para trazer a banda britânica para a cidade será “divulgado a seu tempo”.

José Manuel Silva referiu também que ainda não começou a negociação do acordo de gestão do Estádio Cidade de Coimbra, referindo que o actual acordo não limita a atracção de eventos de grande dimensão.

O presidente da Câmara falava aos jornalistas no final da reunião do Executivo, onde a vereadora do PS Regina Bento perguntou quanto é que irão custar à autarquia os concertos dos Coldplay, tendo ficado sem resposta.

“Os concertos são organizados por uma entidade privada e vão gerar uma receita estimada de mais de 16 milhões de euros” e vão decorrer no Estádio Cidade de Coimbra, “que é propriedade da Câmara Municipal”, notou a vereadora.

Para Regina Bento, “este evento seria para gerar receita para a Câmara e não despesa, mas parece que não”. “Está na hora de prestar os esclarecimentos devidos”, defendeu a vereadora socialista.

Fonte: Campeão das Províncias

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM