COIMBRA,17 de Setembro de 2021

Penela: Família Oliveira Guimarães “dá vida” a antigo solar no Espinhal

8 de Abril 2019 Rádio Regional do Centro: Penela: Família Oliveira Guimarães “dá vida” a antigo solar no Espinhal

Um antigo solar do século XVIII vai dar origem a uma casa-museu, no Espinhal, devendo abrir portas, num período experimental, já no decorrer do próximo Verão, estimando-se que esteja a funcionar em pleno no primeiro semestre de 2020.

As obras de requalificação estão em curso e o projecto dinamizado pela família Oliveira Guimarães visa transformar a centenária casa senhorial de que é proprietária num espaço de cultura, preservando igualmente o património.

“A criação da Casa Museu Família Oliveira Guimarães pretende, por um lado, ser uma forma de preservar o património e, por outro lado, trazer cultura ao Espinhal e ao concelho de Penela, bem como levar estas terras ao resto do país, através da realização de vários eventos de carácter cultural”, adianta ao Jornal Terras de Sicó Paula Oliveira Guimarães, referindo que o objectivo é “ter a casa-museu aberta com regularidade permanente, possibilitando visitas guiadas e um conjunto de actividades complementares”.

Da extensa área do edifício apenas “três zonas” irão permanecer para uso particular dos proprietários, mas “a maior parte da casa vai ficar visitável, até porque o acervo patrimonial assim o exige”. Livros, louças, quadros, móveis, “pequenas exposições de como era a vida no século XVIII numa casa senhorial”, poderão vir a ser apreciados no Espinhal.

As obras incluem a construção de uma sala de exposições e um auditório, “onde pretendemos fazer lançamento de livros, ciclos de cinema, entre outros”, refere Paula Oliveira Guimarães, que no passado mês de Março promoveu reuniões com a população daquela vila, tendentes a auscultar opiniões e sugestões sobre a melhor concretização dos ideais do projecto.

“Este é um projecto para a comunidade, pois eu e o meu marido não temos herdeiros e por nossa morte a casa vai reverter para a comunidade, como já deixámos em testamento. Por isso, entendemos que a população tem de ser ouvida desde a primeira hora”, sublinha.

O investimento total deverá atingir os 300.000 euros, “quando todas as obras estiverem concluídas”, sendo cerca de metade objecto de financiamento comunitário, através do Turismo de Portugal, no âmbito do Programa Valorizar, de apoio à valorização turística do Interior, “mas não a fundo perdido, pelo que teremos de no futuro fazer o reembolso desse dinheiro”.

“O que as populações do Espinhal e de Penela têm dado ao longo dos séculos àquela casa merecia este investimento”, considera a proprietária, sublinhando ser “justo que aquele património seja visitável e partilhado por todos”, até porque “não há nenhuma família desta terra que já não tenha tido um contacto directo ou indirecto com a casa”.

Paula Oliveira Guimarães explica que o projecto está a decorrer “a bom ritmo”, esperando terminar as obras até ao final de Junho próximo. “Depois vamos começar a fazer gradualmente pequenas visitas para testar a parte logística, realizar já algumas actividades e esperamos fazer a inauguração formal durante o primeiro semestre de 2020”, perspectiva.

A abertura da casa-museu deverá possibilitar a criação de emprego, porém, “tudo depende daquilo que formos capazes de fazer. Se for um projecto com muitas visitas, muita dinâmica, com forte participação da população, conseguiremos justificar a existência de, pelo menos, um posto de trabalho permanente, que gostaríamos fosse para uma pessoa portadora de deficiência”, afirma a dinamizadora da ideia.

Salientando a existência de uma parceria com a Universidade de Coimbra para a realização de um inventário do património existente, Paula Oliveira Guimarães frisa também a colaboração dada ao projecto pela Câmara Municipal de Penela e Junta de Freguesia do Espinhal.

Jornal Terras de Sicó

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM