COIMBRA,27 de Novembro de 2021

PCP reuniu com Administração dos CHUC e mantém luta pelos Covões

23 de Abril 2021 Rádio Regional do Centro: PCP reuniu com Administração dos CHUC e mantém luta pelos Covões

Uma delegação da Direcção da Organização Regional de Coimbra do PCP reuniu esta semana com o Conselho de Administração do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) e perante o que ouviu reafirma a luta pelo Hospital dos Covões.

A Direcção da Organização Regional de Coimbra do PCP relata que o objectivo da reunião, a pedido do partido, foi de “aprofundar o conhecimento da situação das unidades que compõem o Centro Hospitalar”, relatando o seguinte:

«Partindo das grandes preocupações e objecções do PCP com as consequências da fusão dos Hospitais da Região de Coimbra, a delegação do partido colocou questões sobre encerramentos de serviços e sobre as condições de trabalho nas estruturas do Centro Hospitalar.

Tal como o PCP sempre alertou, durante a reunião foi possível confirmar que o efeito cumulativo da fusão dos hospitais com muitos encerramentos de serviços de proximidade na região Centro potenciou picos de procura nesta unidade.

A delegação do PCP não deixou de sublinhar que, neste contexto, o desmantelamento do Hospital dos Covões, a concentração de serviços no Hospital Universitário de Coimbra tornou inevitável a sobrecarga, criticando o encerramento do serviço de urgência nocturna e da unidade de cuidados intensivos, ambos no Hospital Geral dos Covões.

Confirmou-se que ainda se aguardam os resultados de uma análise à fusão feita por uma unidade de missão. O facto de ainda não existirem resultados confirma a inexistência de estudos necessários para fundamentar a fusão, que o PCP sempre denunciou, o que, tratando-se de uma fusão de três centros hospitalares, fazendo que a dimensão do processo não encontre paralelo a nível nacional, sublinha o carácter irresponsável das decisões tomadas.

Apesar de todos estes problemas, a Administração confirmou que a missão que recebeu da tutela é a de continuar e aprofundar o processo de fusão e de transformação do Hospital Geral dos Covões, opção que o PCP criticou e continuará a combater.

Na reunião foi possível confirmar o atraso na decisão do Governo sobre a construção da nova Maternidade. O PCP expôs preocupações com a concentração de serviços nas maternidades, recebendo com agrado a confirmação de que o encerramento da Unidade de Cuidados Intensivos neo-natais foi temporário.

Sobre as condições de trabalho nas unidades, a administração manifestou a intenção de regularizar os horários que sofreram alterações durante o combate à covid-19.

A necessidade de uma forte aposta nos cuidados de saúde primários foi também abordada, como forma de melhorar a capacidade de resposta do SNS e aliviar a necessidade de resposta em termos hospitalares. A intervenção do PCP tem-se pautado pela reabertura das extensões e centro de saúdes encerrados. Veja-se a recente pergunta ao Governo acerca da necessária reabertura do centro de saúde de Brasfemes, ou as contínuas intervenções pela necessidade da existência de médico e enfermeiro de família para todos os utentes.

O negócio privado da doença foi também apontado como sorvedouro dos recursos públicos, canalizando-os para a acumulação de riqueza e não para a prestação de um serviço público essencial à região e ao País. O crescimento deste negócio à medida que se desinveste no SNS parte de uma estratégia concertada, que o PCP continuará a combater.

O PCP continuará a bater-se pela saúde em Coimbra, pelo Hospital dos Covões, pelo reforço e valorização das maternidades, em defesa da saúde mental e do Hospital Psiquiátrico Sobral Cid, pelos cuidados primários de saúde e pela dignificação das carreiras dos profissionais de saúde, cujas condições de trabalho são pedra basilar do sucesso dos cuidados de saúde prestados pelo SNS».

Jornal Campeão das Províncias

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM