COIMBRA,4 de Agosto de 2021

Montemor-o-Velho: Valor limiar de poluição atmosférica por ozono ultrapassado hoje

16 de Julho 2021 Rádio Regional do Centro: Montemor-o-Velho: Valor limiar de poluição atmosférica por ozono ultrapassado hoje

O valor limiar de poluição atmosférica por ozono foi ultrapassado na tarde de hoje (16) na zona do Baixo Mondego, em Montemor-o-Velho, informou a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC).

Em nota enviada à agência Lusa, a CCDRC afirma que na estação de medição de Montemor-o-Velho, entre as 12:00 e as 15:00 de hoje, foram registados valores acima do limiar de alerta à população, que é de 180µg/m3 (microgramas de ozono por metro cúbico de ar).

Segundo o comunicado, a concentração média horária daquele poluente entre as 12:00 e as 13:00 foi de 180µg/m3, e nos períodos entre as 13:00 e as 14:00 e das 14:00 às 15:00 o valor de ozono foi de 198 µg/m³.

A CCDRC avisa que os valores de concentração registados “podem provocar danos na saúde humana, especialmente nos grupos mais sensíveis da população”, como crianças, idosos, pessoas asmáticas ou alérgicas e indivíduos com outras doenças respiratórias ou cardíacas.

“A exposição a este poluente afeta, essencialmente, as mucosas oculares e respiratórias podendo o seu efeito manifestar-se através de sintomas como tosse, dores de cabeça, dores no peito, falta de ar e irritações oculares”, acrescenta o comunicado.

Na nota, a CCDRC apela à população da zona afetada que reduza “ao mínimo a atividade física intensa no exterior (sobretudo ao ar livre)” e evite outros fatores de risco “tais como fumar ou utilizar/contactar com produtos irritantes contendo solventes na sua composição”, por exemplo gasolina, tintas e vernizes.

O comunicado apela ainda a que as pessoas “respeitem rigorosamente tratamentos médicos em curso” e recorram a cuidados médicos, “em caso de agravamento de eventuais sintomas”.

Já de acordo com o Índice Europeu da Qualidade do Ar, projeto da Agência Ambiental Europeia, que monitoriza, a cada hora, mais de 2.000 estações Europa fora, a qualidade do ar na estação de Montemor-o-Velho era considerada “pobre devido ao ozono” pelas 14:00 de hoje (o quarto grau numa escala de seis, que inclui os níveis “Bom”, “Razoável”, “Moderado”, “Pobre”, “Muito Pobre” e “Extremamente Pobre”).

Segundo dados disponibilizados pela página internet do índice europeu, consultada pela Lusa, no acumulado do último ano a estação de Montemor-o-Velho apenas registou seis dias (2,3%) com boa qualidade de ar, 77 dias (29,6%) de qualidade razoável, 117 dias (45%) de qualidade moderada e 60 dias (23,1%) de pobre qualidade.

Agência LUSA

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM