COIMBRA,20 de Maio de 2022

Metro Mondego diz que já lançou todos os concursos para pôr sistema em serviço

18 de Abril 2022 Rádio Regional do Centro: Metro Mondego diz que já lançou todos os concursos para pôr sistema em serviço

A Metro Mondego lançou hoje o concurso público para os postos de transformação, salientando que, com esta publicação, encontram-se já lançados todos os procedimentos previstos para pôr o Sistema de Mobilidade do Mondego, com MetroBus, em serviço.

“Importa sublinhar que, após o lançamento deste procedimento, encontram-se já lançados todos os concursos públicos previstos para colocar em serviço o Sistema de Mobilidade do Mondego”, realça a Metro Mondego.

A Metro Mondego lançou esta segunda-feira o concurso público para os postos de transformação do Sistema de Mobilidade do Mondego (SMM), orçado em cerca de 1,2 milhões de euros.

O procedimento foi publicado em Diário da República, tendo um prazo de execução de um ano, com os concorrentes interessados a terem 60 dias para apresentarem as suas propostas, afirmou a Metro Mondego.

O lançamento do concurso público desta empreitada do SMM surge já quase um mês depois daquilo que estava previsto no Relatório e Contas de 2021, que antevia que o procedimento estaria lançado “no final do primeiro trimestre” deste ano.

A empreitada permite a alimentação eléctrica dos postos de carregamento rápido, a instalar nos terminais das famílias de circulações do SMM, cujo fornecimento será realizado pelo fabricante dos autocarros eléctricos a contratar.

“Os postos de transformação têm localizações previstas em zonas próximas dos terminais das famílias de circulação do SMM, mais concretamente em Coimbra B, Hospital Pediátrico de Coimbra, Alto de São João, Corvo, Lousã e Serpins”, refere a Metro Mondego.

Estas estações irão dispor de lugares de parqueamento, onde ficarão instalados os postos de carregamento para alimentação eléctrica dos veículos, integrando todos os equipamentos necessários para o efeito (carregadores, postes, pantógrafos e equipamento eléctrico embarcado).

A Metro Mondego, responsável pelo SMM, executou 49,9% daquilo que tinha programado para 2021 e justificou a derrapagem com atrasos na autorização de investimentos estruturais e na empreitada da Baixa de Coimbra.

As empreitadas e lançamentos de concursos do SMM têm sofrido diversas derrapagens. Esses atrasos levaram a uma revisão do arranque daquele sistema, recentemente alterada para Março de 2024.

Fonte: Campeão das Províncias

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM