COIMBRA,17 de Maio de 2022

José António Franco apresenta livro na Casa da Escrita

12 de Maio 2022 Rádio Regional do Centro: José António Franco apresenta livro na Casa da Escrita

A Casa da Escrita da Câmara Municipal de Coimbra acolhe, no sábado, dia 14, pelas 15h30, a apresentação do livro “Estava para não ser assim, mas o mundo mexeu-se”, de autoria de José António Franco, sendo a entrada livre.

O autor apresenta mais uma obra literária, o seu mais recente livro editado “Estava para não ser assim, mas o mundo mexeu-se [45 anos de] perambulação poética”, da editora Livros do Corvo, que será apresentado por Pires Laranjeira, docente da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

A obra, editada em 2021, é resultado de uma compilação de poemas que o autor escreveu ao longo de 45 anos de dedicação a este género literário, presentes em três dos seus livros editados, mas não só. Neste livro revelam-se, também, poemas inéditos de José António Franco o que torna a obra, quase integralmente, um livro novo. António Pedro Pita, docente da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, numa referência ao espaço poético de José António Franco revela que o autor “avaliou a produção de quase meio século. O resultado mais relevante dessa decisão foi transformar cada um dos livros (éditos ou inéditos) em ciclos estruturantes de um espaço poético alargado, plural e heterogéneo. Agora, já não estamos perante obras, mas num único espaço poético cuja singularidade resulta do contributo, das ressonâncias, das repetições (ou mesmo obsessões), do movimento ora discreto ou explícito dos elementos que o estruturam”.

José António Franco nasceu em Coimbra, em 1951. É professor de inglês, poeta e ficcionista premiado, autor de histórias e poesia para a infância e juventude, com vários livros no Plano Nacional de Leitura: “Histórias e Morais” (Pé de Página, 2005), “O Melro Envergonhado” (Lápis de Memórias, 2011), “O Lobinho” (Lápis de Memórias, 2016), “A Cegonha Maquinista” (Livros do Corvo, 2018) e “O Mata-Sete” (Livros do Corvo, 2019).

A sua produção literária teve início em 1986, com a obra poética “Véspera Tardia”, assinada sob o pseudónimo de António Simões Tem-se dedicado à didáctica da poesia, trabalhando essencialmente com crianças e jovens dos Ensinos Básico e Secundário, com quem partilha o prazer de ouvir e dizer o poema. Sobre essa experiência realiza conferências e acções de formação para professores, bibliotecários e educadores.

Em 1997, foi galardoado pelo Instituto de Inovação Educacional no Concurso “Experiências Inovadoras no Ensino” pelo projecto “A Poesia como Estratégia”, divulgado num ensaio homónimo que é obra de referência para o ensino de português (leitura) no Ensino Básico.

Publicou ainda textos dispersos em jornais e revistas nacionais e galegas e blogues brasileiros. Está representado em diversas antologias.

Fonte: Campeão das Províncias

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM