COIMBRA,18 de Maio de 2022

Estradas em Coimbra com condicionamentos para segurança dos peregrinos de Fátima

4 de Maio 2022 Rádio Regional do Centro: Estradas em Coimbra com condicionamentos para segurança dos peregrinos de Fátima

A Infraestruturas de Portugal (IP) anunciou que, para promover a segurança dos peregrinos de Fátima que vão participar nas cerimónias de 12 e 13 de Maio, vai adoptar alguns condicionamentos rodoviários nos principais itinerários utilizados pelos fiéis.

Segundo a empresa, “além destes condicionamentos, a IP terá no terreno equipas, que irão percorrer os principais percursos utilizados pelos peregrinos”, as quais “terão como missão prestar apoio aos utentes, dar informação aos condutores e reforçar a sinalização dos desvios implementados e, em caso de necessidade, adaptar ou criar novos condicionamentos em função dos momentos de maior ou menor afluência de peregrinos”.

A campanha de segurança da IP tendo em vista a peregrinação de Maio ao Santuário de Fátima teve hoje início, prolongando-se até dia 13 nas estradas dos distritos de Coimbra, Leiria e Santarém, prevendo “ações de sensibilização directa junto dos peregrinos e acções de comunicação envolvendo diversas entidades, no sentido de implementar medidas que previnam os acidentes rodoviários e em particular com peregrinos”.

Em Coimbra haverá a “supressão da via da direita no IC2 junto ao Km 197,6. Na zona de Fornos será implementado um desvio alternativo para a antiga EN1”, enquanto entre Antanhol e Cernache será implementado o desvio para a antiga EN1, ao mesmo tempo que se verificará a “supressão da via direita no IC2 na localidade do Orelhudo entre os quilómetros 178,3 e 179”.

Quanto ao distrito de Leiria estão previstas supressões da via direita no IC “entre os quilómetros 139,5 e 140,5 na zona de Meirinhas; entre os quilómetros 156,5 e 158,9 na zona de Tinto; entre os quilómetros 162,3 e 163,4 na zona de Barreiras”.

A IP recomenda aos peregrinos que optem por caminhar em estradas alternativas evitando os IP e IC, tenham em atenção todas as placas com informações de percursos alternativos mais seguros e as indicações das autoridades, que se tornem visíveis, usando sempre vestuário reflector, de noite e de dia”

Ao mesmo tempo, recomenda aos automobilistas, entre outros conselhos, “atenção redobrada na estrada e redução de velocidade ao avistarem grupos de caminhantes”.

Também a partir de hoje a PSP reforça a presença policial nas vias rodoviárias urbanas devido ao previsível aumento de peregrinos na estrada que se deslocam para Fátima.

A Polícia de Segurança Pública refere que a operação “Peregrinação a Fátima 2022” vai decorrer até 15 de Maio e tem como objectivo contribuir para o aumento da segurança rodoviária e dos peregrinos.

Durante os próximos 10 dias, a PSP “assegura acções de visibilidade policial e acompanhamento aos peregrinos com o propósito de promover a coexistência segura entre a normal circulação rodoviária e a circulação pedonal destes grupos”.

A PSP sublinha que, durante este período, as vias onde circulam os peregrinos vão ser “especialmente visadas no controlo da velocidade de circulação automóvel”.

A peregrinação de 12 e 13 de Maio ao Santuário de Fátima é presidida pelo arcebispo Edgar Peña Parra, substituto da Secretaria de Estado do Vaticano.

Esta peregrinação “marca o regresso de uma série de iniciativas próprias das peregrinações de Verão, como o acolhimento dos doentes e dos peregrinos a pé”, informou o Santuário, explicando que, “nos últimos dois anos, devido à pandemia não foi possível oferecer estes dois serviços por razões sanitárias, mas este ano, mantendo alguma prudência como o uso da máscara no posto de socorros e no lava-pés, o Santuário e o seu grupo de voluntários acolherá estes dois grupos de peregrinos”.

Por outro lado, também os peregrinos estrangeiros vão poder participar nas missas celebradas nas sete línguas oficiais do Santuário de Fátima, na Capelinha das Aparições, estando já inscritos grupos de Itália, Brasil, Estados Unidos, México, Alemanha, Polónia, Espanha, Áustria, Cabo Verde, Coreia do Sul, El Salvador, Equador, Gibraltar e Panamá, além de muitos de Portugal.

O presidente da celebração, Edgar Peña Parra, de 62 anos, é diplomata da Santa Sé desde 1993, sendo de origem venezuelana. Actual substituo da Secretaria de Estado do Vaticano, serviu como Núncio Apostólico no Paquistão, entre 2011 e 2014, e em Moçambique, de 2014 a 2018.

Fonte: Campeão das Províncias

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM