COIMBRA,24 de Junho de 2021

Coimbra, Condeixa e Anadia assinam acordo para certificação Caminho de Santiago

19 de Fevereiro 2021 Rádio Regional do Centro: Coimbra, Condeixa e Anadia assinam acordo para certificação Caminho de Santiago

As Câmaras Municipais de Coimbra, Condeixa-a-Nova e Anadia assinaram, esta sexta-feira (19), o protocolo de cooperação com a Turismo Centro de Portugal, com o objectivo de acelerar a certificação e dinamização do Caminho Português de Santiago.

A parceria acontece na sequência de actos idênticos realizados no ano passado com outros municípios, que se encontram nos territórios por onde passa o Caminho Português de Santiago, nos seus itinerários Caminho Central e Via Portugal Nascente. Estes dois percursos atravessam o território Centro de Portugal, ao longo de 210 e 199 quilómetros, respectivamente.

Um total de 12 municípios da região Centro são atravessados pelo Caminho Central. De Sul para Norte: Vila Nova da Barquinha, Tomar, Ferreira do Zêzere, Alvaiázere, Ansião, Penela, Condeixa-a-Nova, Coimbra, Mealhada, Anadia, Águeda e Albergaria-a-Velha. Este Caminho segue depois para Norte até terminar em Santiago de Compostela.

A Via Portugal Nascente, por sua vez, atravessa oito concelhos da região. De Sul para Norte: Vila Velha de Ródão, Castelo Branco, Fundão, Covilhã, Belmonte, Guarda, Celorico da Beira e Trancoso. Aqui, esta rota de peregrinação entronca no caminho de Torres, que procede de Salamanca e termina, naturalmente, na Galiza.

O protocolo de cooperação agora assinado estipula que a Turismo Centro de Portugal é a entidade gestora do Caminho Português de Santiago, ao longo do território da Região Centro.

Para Manuel Machado, presidente da Câmara de Coimbra, este protocolo serve para “valorizar o Caminho de Santiago”, tendo uma “grande importância económica” para a região.

“Tal como Eduardo Lourenço dizia ‘melhor que o destino é a viagem’ e é isto que estamos a fazer”, concluiu o autarca.

De acordo com Pedro Machado, presidente da Turismo Centro de Portugal, anualmente fazem o Caminho de Santiago cerca de 500 000 pessoas e com esta certificação “procura-se dar garantias, quer de segurança, quer naturalmente de serviços” a todas elas.

Pedro Machado quer, sobretudo, que os caminhantes tenham uma “experiência aprazível” e que fiquem com uma “boa experiência daquilo que é o Centro de Portugal”.

Jornal Campeão das Províncias

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM