COIMBRA,3 de Dezembro de 2021

CIM Viseu Dão Lafões e CIM Região de Coimbra querem videovigilância florestal

26 de Maio 2020 Rádio Regional do Centro: CIM Viseu Dão Lafões e CIM Região de Coimbra querem videovigilância florestal

As Comunidades Intermunicipais de Viseu Dão Lafões e da Região de Coimbra lançaram hoje um procedimento de contratação pública internacional para a aquisição de um Sistema Integrado de Videovigilância para a Prevenção de Incêndios Florestais para o território das Comunidades Intermunicipais de Viseu Dão Lafões e da Região de Coimbra.

O procedimento tem um valor base de 3 343 000 milhões de euros e visa contribuir para a detecção precoce dos incêndios e para o despacho rápido dos meios de combate, para além da definição de estratégias de combate e de apoio à decisão.

Este representa o maior procedimento alguma vez publicitado no país e engloba a instalação de uma rede de 37 torres de videovigilância para a prevenção de incêndios florestais com abrangência nos 33 municípios de ambas as Regiões, esperando-se uma cobertura adequada de ambos os territórios, tendo em consideração as áreas de maior risco, as zonas sombra e as áreas com maior histórico de incêndios florestais, de forma a desenvolver uma estratégia supramunicipal que permita minimizar os impactos dos incêndios florestais, potenciando os meios disponíveis para a sua vigilância, detecção e combate.

O referido projecto é apoiado pelo Programa Operacional de Sustentabilidade e Uso dos Recursos (POSEUR), Fundo de Coesão e Portugal 2020, submetido no âmbito de uma parceria entre ambas as Comunidades Intermunicipais.

As Comunidades Intermunicipais de Viseu Dão Lafões e da Região de Coimbra lançaram hoje um procedimento de contratação pública internacional para a aquisição de um Sistema Integrado de Videovigilância para a Prevenção de Incêndios Florestais para o território das Comunidades Intermunicipais de Viseu Dão Lafões e da Região de Coimbra.

O procedimento tem um valor base de 3 343 000 milhões de euros e visa contribuir para a detecção precoce dos incêndios e para o despacho rápido dos meios de combate, para além da definição de estratégias de combate e de apoio à decisão.

Este representa o maior procedimento alguma vez publicitado no país e engloba a instalação de uma rede de 37 torres de videovigilância para a prevenção de incêndios florestais com abrangência nos 33 municípios de ambas as Regiões, esperando-se uma cobertura adequada de ambos os territórios, tendo em consideração as áreas de maior risco, as zonas sombra e as áreas com maior histórico de incêndios florestais, de forma a desenvolver uma estratégia supramunicipal que permita minimizar os impactos dos incêndios florestais, potenciando os meios disponíveis para a sua vigilância, detecção e combate.

O referido projecto é apoiado pelo Programa Operacional de Sustentabilidade e Uso dos Recursos (POSEUR), Fundo de Coesão e Portugal 2020, submetido no âmbito de uma parceria entre ambas as Comunidades Intermunicipais.

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM