COIMBRA,16 de Abril de 2024

Centro Cultural Penedo da Saudade destaca José Saramago no mês do seu centenário

2 de Novembro 2022 Rádio Regional do Centro: Centro Cultural Penedo da Saudade destaca José Saramago no mês do seu centenário

O Centro Cultural Penedo da Saudade (CCPS) do Instituto Politécnico de Coimbra (IPC) dedica o mês de Novembro ao centenário do nascimento de José Saramago com dois eventos: uma exposição e a apresentação de uma peça de teatro original.
Com curadoria de Chuva Vasco, Isabel Azevedo, Sílvia Espada e Fernanda Antunes – docentes da Escola Superior de Educação de Coimbra (ESEC) –, a exposição “Formas e Cores: diálogos com José Saramago” será inaugurada no dia 8 de Novembro, às 18h00. A mostra é composta por trabalhos de alunos de Artes Plásticas II e Ilustração (sob orientação de Weberson Santiago) do curso de licenciatura em Arte e Design da ESEC, no ano lectivo de 2021/2022.
A vida, obra e filmes baseados em José Saramago foram escrutinados durante as aulas com o objectivo “de [os alunos] materializarem um objecto artístico” e, nota Isabel Azevedo, “de uma forma geral eles responderam muito bem”.
“Eu incuti-lhes a ideia de uma alegoria, como se se tratasse de uma encomenda. Basicamente foi uma forma de aproximar os alunos do mundo profissional, desafiando-os a trabalhar sobre um tema concreto”, refere, por sua vez, Chuva Vasco, explicando que “cada aluno escolheu uma passagem de uma obra [de José Saramago] e desenvolveu o seu trabalho em função disso”.
“Vai ser muito positivo para os alunos verem os seus trabalhos expostos, porque [esta experiência] é quase como um laboratório; permite outro tipo de olhar sobre os seus trabalhos”, adianta Isabel Azevedo. A exposição dos trabalhos é, defende Chuva Vasco, um “importante reconhecimento e estímulo” para os alunos de artes.
A mostra é composta por trabalhos de pintura, técnica mista, instalação, animação e desenho e
estará patente no CCPS até 4 de Dezembro.

A 16 de Novembro, dia de celebração do centenário do escritor português, apresentar-se-á uma peça de teatro original com dramaturgia de Ricardo Correia, professor da ESEC e director da licenciatura em Teatro e Educação.
O espectáculo teatral conta com a participação das alunas finalistas daquela licenciatura Catarina Carmo, Lara Santos, Maria Pandeirada, Virgínia Achique (actrizes) e Sara Rocha (assistente de direcção). A direcção de actores está a cargo de Hugo Inácio.
“Além do trabalho de dramaturgia de Ricardo Correia, há um trabalho que foi feito pelas actrizes, de apropriação de alguns capítulos dos livros de que elas mais gostaram de José Saramago: Caim, A Jangada de Pedra e As Intermitências da Morte”, observa Hugo Inácio, acrescentando que esta peça “acima de tudo, explora a vulnerabilidade delas [actrizes] e a nossa enquanto público”.
O espectáculo é composto por quatro performances que, embora individuais, apresentam uma linha condutora, que faz uma incursão pelo mundo de José Saramago.
“Esta peça é uma mistura do que é verdadeiramente a vida de José Saramago e como é que essa vida e essa obra ressoa nos corpos destas actrizes”, conclui Hugo Inácio, actor que, em 10 anos de carreira, já colaborou com instituições como Teatrão, A Escola da Noite, Teatro Experimental do Porto e Ritual de Domingo (Viseu).

Fonte: Campeão das Províncias

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM