COIMBRA,17 de Maio de 2022

Cantanhede: Praia da Tocha com Bandeira Azul há 32 anos consecutivos

5 de Maio 2022 Rádio Regional do Centro: Cantanhede: Praia da Tocha com Bandeira Azul há 32 anos consecutivos

A Praia da Tocha viu de novo reconhecida, pelo 32.º ano consecutivo, a sua qualidade balnear com a Bandeira Azul, distinção atribuída pela ABAE – Associação Bandeira Azul da Europa que comprova o integral cumprimento de rigorosas exigências do ponto de vista da qualidade da água, a irrepreensível limpeza dos areais, as boas condições de acesso, o alto padrão dos serviços prestados aos utentes, bem como a existência de equipamentos socioculturais, com destaque para a Biblioteca de Praia, e a oferta de um diversificado programa cultural que inclui um variado leque de actividades de animação e ocupação dos tempos livres.

“A distinção reflete a aposta estratégica da Câmara Municipal de Cantanhede no reforço da atractividade da Praia da Tocha como destino balnear de qualidade, sendo disso exemplo a construção de novos passadiços, empreitada que ascende a 266.533 euros e que tem como objectivo o reforço e recuperação do cordão dunar”, sublinha a autarquia.

A intervenção contempla ainda o repovoamento vegetal com espécies adaptadas ao ecossistema existente, para fixar as areias e estimular a biodiversidade local, de modo a assegurar o controlo e erradicação de espécies exóticas invasoras.

Entretanto, a Câmara Municipal de Cantanhede está já a preparar a abertura da época balnear, incluindo a aprovação do plano integrado de assistência balnear, documento que define um modelo de intervenção que possibilite a ação coordenada e eficaz de todos os nadadores salvadores, assegurando uma resposta rápida, eficiente e eficaz a eventuais situações de emergência.

Para o efeito, o Município assegura a assistência diária aos banhistas, entre as 9h30 e as 19h30, que na denominada época alta (25 de Junho a 11 de Setembro) contará com nove nadadores-salvadores, distribuídos por cinco postos de praia.

A Câmara Municipal refere também que “o investimento na aquisição de uma moto 4×4, meio complementar de vigilância, socorro e salvamento considerado essencial para uma rápida movimentação de recursos (humanos e materiais), possibilitando aos nadadores- salvadores respostas a situações pontuais de afogamento com tempos muito inferiores aos de uma movimentação apeada”.

A moto 4×4 permitirá ainda reforçar as acções de vigilância e patrulhamento nas frentes de praia não vigiadas e diminuir significativamente o desgaste físico aquando dessas movimentações (corrida pelo areal), melhorando claramente o desempenho dos profissionais dentro de água (diminuição do tempo de aproximação e abordagem ao náufrago), aumentando as taxas de sucesso no resgate de vítimas de afogamento.

Fonte: Campeão das Províncias

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM