COIMBRA,19 de Abril de 2024

Câmara de Tondela apoia construção de três novos lares no concelho

20 de Outubro 2023 Rádio Regional do Centro: Câmara de Tondela apoia construção de três novos lares no concelho

A Câmara Municipal de Tondela vai apoiar a construção de três novos lares no concelho, que, no total, terão capacidade para acolher 117 idosos.

O município vai financiar estas Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas (ERPI) com perto de um milhão de euros. As obras estão orçadas em mais de cinco milhões de euros, sendo financiadas pelo Pares e pelo Programa de Recuperação e Resiliência (PRR).

Os protocolos de apoio municipal com vista à criação dos lares da Associação Social Desportiva Cultural Recreativa de Parada de Gonta (ASSODREC), do Centro Social Paroquial de São Salvador de Tonda e da União de Freguesias de Barreiro de Besteiros e Tourigo foram assinados esta quinta-feira (19 de Outubro) ao final da manhã, numa sessão pública que ocorreu no Mercado Velho de Tondela.

A cerimónia foi presidida pela presidente da Câmara Municipal, Carla Antunes Borges, tendo contando com presença também da vereadora com o pelouro da Acção Social na autarquia, Vera Machado, dos dirigentes das três Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) apoiadas e da directora do Centro Distrital de Viseu da Segurança Social, Márcia Martins.

A ERPI da União de Freguesias de Barreiro de Besteiros e Tourigo está orçada em 2,8 milhões de euros, sendo financiada pelo município em 753 mil euros. A junta local abdicou de investimentos camarários na freguesia nos próximos anos, para a Câmara Municipal financiar este projecto, que terá capacidade para 50 utentes.

O lar da ASSODREC, que servirá 27 idosos, representa um investimento superior a 1,4 milhões de euros, tendo recebido uma ajuda financeira da autarquia de 117 mil euros. O mesmo montante será transferido para o Centro Social Paroquial de São Salvador de Tonda, cujas obras do lar custarão mais de 1,1 milhões de euros, tendo uma capacidade para acolher 40 seniores.

Estas não são, contudo, as únicas ERPI que estão a ser construídas no concelho com o apoio da Câmara Municipal. Em curso está já o projecto da Associação do Vinhal, em Lajeosa do Dão, avaliado em 3 milhões de euros, e que recebeu uma comparticipação municipal de 1,1 milhões de euros. Só este ano este projecto já foi financiado com 230 mil euros.

Ajuda “incondicional”
Na cerimónia, a presidente da autarquia, Carla Antunes Borges, começou por dizer que o seu executivo pugna por ser um parceiro incondicional, presente, atento e diligente “com todos aqueles que actuam área social”.

“Podia dizer que este era o título desta sessão, mas mais do que um título ou uma frase de abertura isto quer dizer que este foi o nosso desígnio, o desígnio que abraçamos durante os anos de 2022/2023 para levarmos a cabo um conjunto de projectos e intervenções”, disse, salientando que foi objectivo do elenco camarário dar continuidade não só a projectos já iniciados, como a novos
investimentos no terceiro sector da economia.

Em relação à diferença de apoios aos projectos dos três lares, a autarca explicou que o subsídio à União de Freguesias de Barreiro de Besteiros e Tourigo é maior porque a junta não se pode endividar, nem socorrer-se da banca para realizar o seu investimento por ultrapassar com isso os limites de endividamento.

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM