COIMBRA,16 de Junho de 2024

Câmara de Coimbra admite alargar horário de funcionamento de esplanadas no Inverno

16 de Janeiro 2024 Rádio Regional do Centro: Câmara de Coimbra admite alargar horário de funcionamento de esplanadas no Inverno

A Câmara Municipal de Coimbra admite alargar o horário de funcionamento das esplanadas de estabelecimentos comerciais durante o período de Inverno, para que estas possam estar abertas até às duas horas da madrugada.

“A única sugestão que está em cima da mesa é a questão das esplanadas durante o Inverno. Não faz sentido que as esplanadas durante os meses de Inverno fechem à meia-noite mantendo-se, portanto, até às duas da manhã”, apontou a vereadora da Câmara Municipal de Coimbra, Ana Cortez Vaz.

Na sua participação num encontro sobre a recreação nocturna em Coimbra, que decorreu durante a tarde de ontem (15) no Café Moçambique, Ana Cortez Vaz vincou ainda a disponibilidade da autarquia conimbricense em abraçar a proposta da criação de reuniões de trabalho, em que se sentem à mesa diversas entidades, para abordar a questão da noite segura de Coimbra.

Momentos antes, o proprietário do Café Moçambique, situado na Praça da República, deixou algumas sugestões para “prevenir problemas”, “a bem de um negócio que vive da ausência desses mesmos problemas”, propondo o alargamento do horário de funcionamentos das esplanadas.

João Gouveia sugeriu também que se aumentasse o policiamento na Praça da República, com a colocação de um carro de patrulha, que crê que viria “resolver a maioria dos problemas”.

Entre as sugestões figuraram ainda a criação de um copo reutilizável em todos os estabelecimentos, bem como o alargamento do horário de funcionamento dos espaços de diversão nocturna.

No seu entender, estes “não deveriam ter horário de encerramento”, porque “saírem todos às 6h00, para a rua, dá asneira”, sustentou.

A este propósito, a vereadora da Câmara de Coimbra indicou que, apesar de “entender o lado dos promotores”, também não pode esquecer o lado dos moradores.

“Ter discotecas e espaços de recreação nocturna abertos toda a noite, sinceramente, e numa primeira fase, penso que seria muito complicado de gerir junto dos moradores e com razão também. Tudo isto tem de ser tudo levado com calma”, concluiu.

O encontro sobre a recreação nocturna em Coimbra foi dinamizado pela Associação Existências, em colaboração com o Irefrea (Instituto Europeu de Investigação de Fatores de Risco de Crianças e Adolescentes) Portugal.

Fonte: Campeão das Províncias

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM