COIMBRA,1 de Março de 2024

APBC promove Museu Móvel das Memórias Perdidas na baixa de Coimbra

8 de Junho 2023 Rádio Regional do Centro: APBC promove Museu Móvel das Memórias Perdidas na baixa de Coimbra

O Evento “Museu Móvel das Memórias Perdidas” é um projecto incluído na quarta edição do Ciclo de Teatro e Artes Performativas da Universidade de Coimbra – MIMESIS, com realização do Colégio das Artes e o apoio da APBC.

O Museu Móvel das Memórias Perdidas, idealizado pelo artista visual, curador e produtor brasileiro Nelson Ricardo Martins, constitui-se em proposta que se enquadra no âmbito das linguagens híbridas, através da fusão entre a performance, acção urbana e poesia visual. O projecto busca ampliar reflexões acerca do papel a ser exercido pelos museus na contemporaneidade.
Os Museus, além das inúmeras actividades que desenvolvem junto das comunidades, com destaque para os programas educacionais são, de uma maneira geral, espaços dedicados à preservação, exibição e interpretação de obras, objectos e artefactos de importância histórica, cultural, científica ou artística. Embora os Museus sejam os guardiões institucionais das nossas memórias, configuram-se, de uma maneira geral, como espaços elitistas, voltados, sobretudo, para públicos cultos.

O projecto busca democratizar e flexibilizar a ideia de museu, entendendo cada ser humano como estrutura museológica, detentor de informações singulares em constante actualização, a serem partilhadas. No Museu Móvel das Memórias Perdidas, a reserva técnica encontra-se nas mentes, sendo os acervos constituídos pelas memórias; o coração, energia motriz, e a palavra espaço expositivo. O projecto busca desenvolver a ideia de um humano- museu em constante deslocamento, fundindo as diversas realidades por onde circula.

O Museu Móvel das Memórias perdidas acontece a partir do encontro de um grupo de pessoas na Praça do Comércio, em frente a igreja Santiago, envolvendo, além de moradores/visitantes da cidade de Coimbra, artistas visuais, poetas, curadores, músicos, actores/actrizes, que levarão memórias emblemáticas de suas vidas e/ou outras memórias históricas para serem faladas, gritadas, cantadas, durante a procissão-memorial que acontecerá até o Largo do Poço, numa verdadeira anárquico-babel de memórias

No Largo do Poço será aberto um microfone para que os participantes e a população possam expor suas memórias. Cada um falará por cerca de 3 minutos. No final, institui-se o dia mundial das memórias perdidas.

O Museu Móvel das Memórias perdidas é um dos projectos vencedores da quarta edição do Ciclo de Teatro e Artes Performativas da Universidade de Coimbra – MIMESIS, com realização do Colégio das Artes, apoio da Agência para a Promoção da Baixa de Coimbra (APBC), ART VEINE, Atelier A Fábrica e Teatrão.

O Projecto convida a todos moradores e visitantes a partilharem suas memórias na Praça do Comércio, dia 14 de Junho, a partir das 17h. Saída do cortejo em direcção ao Largo do Poço pelas 18h.

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM