COIMBRA,14 de Junho de 2024

Vila Nova de Poiares: Centro de Competências da Caprinicultura já é Associação

4 de Junho 2024 Rádio Regional do Centro: Vila Nova de Poiares: Centro de Competências da Caprinicultura já é Associação

O Centro de Competências da Caprinicultura (CCC) já tem personalidade jurídica de Associação, após a Escritura Pública que formalizou a sua constituição, durante o II Congresso Nacional de Caprinicultura, que decorreu em Vila Nova de Poiares no âmbito da Expo Capriland 2024.

Entre os membros fundadores do agora denominado Centro de Competências da Caprinicultura Associação, encontram-se o Município de Vila Nova de Poiares, a APEZ – Associação Portuguesa de Engenharia e Zootécnia, ANCRAS – Associação Nacional de Caprinicultores da Raça Serrana, a APCRS – Associação Portuguesa de Caprinicultores da Raça Serpentina, a COFAC Cooperativa de Formação e Animação Cultural., o Instituto Politécnico de Bragança, o Instituto Politécnico de Coimbra, o Instituto Politécnico de Portalegre, o Instituto Politécnico de Santarém, o Instituto Politécnico de Viseu, o Instituto Superior de Agronomia de Lisboa, a OVIBEIRA – Associação de Produtores Agropecuários, a Universidade de Coimbra e a UTAD – Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, a que se juntarão mais cerca de 20 entidades de diversos áreas.

Para João Miguel Henriques, Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Poiares – entidade que preside ao CCC -, «o dia de hoje (1 de Junho) é um momento muito importante para a fileira da caprinicultura, ao darmos corpo jurídico ao Centro de Competências, dotando-o de novas capacidades, novas competências e de maior autonomia».

Recordando que o CCC «nasceu em 2017, através de um protocolo entre várias entidades que operam no sector, nomeadamente, sector produtivo, academia, de investigação e científicas, entre outras, a actividade do Centro mostrou-nos que era necessário ter uma personalidade jurídica constituída, que fosse capaz de responder aos desafios com que nos deparamos, sempre com o objetivo de melhorar diariamente o trabalho que tem vindo a ser feito em prol do sector da Caprinicultura», referiu João Miguel Henriques».

Analisando o contexto local, o Presidente da Câmara destacou ainda a importância «que esta fileira tem para a nossa economia, e a necessidade de continuarmos a promover as nossas marcas, nomeadamente a Chanfana, que, para que continue a ser a melhor do universo, existe a necessidade de uma real produção de gado caprino, que sustente e valorize esta marca identitária de Vila Nova de Poiares».

Durante o Congresso houve ainda a oportunidade para homenagear dois membros fundadores do Centro de Competências da Caprinicultura, e que entretanto se aposentaram, nomeadamente Fernando Delgado, ex-representante e docente da Escola Superior Agrária de Coimbra, e Carlos Carmona Belo, ex-representante do INIAV, I.P.

I Expo Capriland, a semente para futuras edições

O II Congresso Nacional de Caprinicultura decorreu ao longo de um dos três dias da Expo Capriland, evento que albergou o Congresso, e que foi uma mostra das mais variadas actividades relacionadas com o sector, com destaque para a gastronomia regional, e enfoque na Chanfana, mas também uma mostra de artesanato, exposição pecuária e uma mostra agrícola comercial e industrial.

Na abertura, que contou com a presença de Fernando Martins, responsável pela Unidade de Agricultura e Pescas da CCDR – Centro, João Miguel Henriques perspectivou a edição de 2024 da Expo Capriland como «a semente para que nos próximos anos possamos ter com regularidade este evento, contribuindo para que todas as práticas ligadas à caprinicultura não sigam um caminho de abandono, que o sector possa recuperar a sua importância, e possa ser uma actividade económica com impacto na economia local e nacional», destacou.

Refira-se que o programa arrancou com uma edição especial do ‘Mercadinho da Terra’, iniciativa que o Município organiza mensalmente que reúne produtos e produtores locais, promovendo os circuitos curtos de comercialização e a interacção entre o produtor e o consumidor, e valorizando os produtos do Concelho.

No domingo, o dia foi centrado nos mais pequenos, celebrando dessa forma o Dia Mundial da Criança, com um programa que contou com workshops dedicados ao ‘Ciclo do Pão e do Barro Preto’ e ‘Confeção de Queijos’, dança pela Academia de Dança Movearte, Funny Dance e The Little Power, teatro “A Lenda da Chanfana” pela CTEP; insufláveis e pinturas faciais, e a participação da Escolinha de Infantes e Cadetes dos Bombeiros Voluntários de Poiares.

Outro dos momentos altos da Expo Capriland foi a eleição da Miss Capriland, que premiou os mais belos exemplares presentes no certame. O primeiro lugar foi para a Box 2, do Capril da Serra, que recebeu 48 sacos de alimento, oferta da empresa NLF Madeiras – Hiperagrícola; o segundo foi para a Box 3, um exemplar da Raça Serpentina da Quinta do Zorro, premiada com 30 sacos de alimento, oferta da Cooperativa Agrícola e Florestal de Vila Nova de Poiares; e em terceiro lugar, a Box 7 da Associação Ovibeira, que recebeu 13 sacos de alimentos e 2 blocos minerais, oferta da empresa Bricopesca.

A gastronomia local esteve também em destaque, com os comensais a deliciarem-se com a excelência da Chanfana de Vila Nova de Poiares, confeccionada em caçoilo de Barro Preto de Olho Marinho, e a que se juntou o Arroz de Bucho, Negalhos e tantas outras iguarias, que saíram das cozinhas das tasquinhas ali presentes.

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM