COIMBRA,5 de Março de 2024

Ramal de Alfarelos vai ser duplicado até B Lares

19 de Janeiro 2024 Rádio Regional do Centro: Ramal de Alfarelos vai ser duplicado até B Lares

A duplicação do ramal de Alfarelos está em fase avançada de projecto, conforme anunciou o secretário de Estado Adjunto e das Infraestruturas, Frederico Francisco, com este investimento a beneficiar a ligação ferroviária à Figueira da Foz (até B Lares) e a ligação à Linha do Oeste.

“O ramal de Alfarelos está, neste momento, em fase avançada de projecto”, estando o lançamento do concurso da duplicação e modernização para este ano, e a conclusão prevista para antes da primeira fase da linha de alta velocidade Porto-Soure, que implicará a duplicação da Linha do Norte entre Taveiro e Coimbra.

Quanto à possibilidade de abertura de mais serviços entre Aveiro e Coimbra, quando a linha de alta velocidade estiver concluída, Frederico Francisco disse que tendo “um horário cadenciado de comboios regionais de hora a hora, não é dos sítios do país onde, neste momento, haja uma maior necessidade de aumento de oferta”.

Já sobre se não é mesmo possível reverter a decisão encerramento da actual estação de Coimbra A, Frederico Francisco confirmou que “não”, em declarações à agência Lusa.

“Quer dizer, possível é sempre, ela tem é um custo que nós achamos que é inaceitável. O custo seria atrasar a entrada em funcionamento do Sistema de Mobilidade do Mondego durante vários anos, um sistema que já está muito atrasado e que faz falta à população já há muitos anos”, referiu.

Extensão de 16,5 kms

O ramal de Alfarelos é um caminho-de-ferro de ia larga, com cerca de 16,5 quilómetros de extensão, que une as Estações de Alfarelos, na Linha do Norte, e Bifurcação de Lares, na Linha do Oeste.

Estabelece também uma importante ligação entre estas duas linhas, completando a ligação ferroviária entre Coimbra e a Figueira da Foz, permitindo o acesso directo à Linha do Oeste de tráfego proveniente do Norte. Foi construído pela Companhia Real dos Caminhos de Ferro Portugueses, tendo sido aberto à exploração em 8 de Junho de 1889.

Entre Lares e Reveles, a linha atravessa duas pontes da vala do Campo, com uma distância de cerca de 100 metros entre elas; no troço entre Reveles e Verride, existem dois pontões.

A linha passa, entre Marujal e Montemor, por outras três pontes, da Vala Real 1, do Rio Soure, e da Vala Real 2. No troço de Montemor a Alfarelos, a linha apenas possui um pontão, de Montemor-o-Velho.

O ramal é percorrido por serviços entre as Estações de Coimbra-B e Figueira da Foz, com paragens em Alfarelos, Montemor, Marujal, Verride, Reveles, e Bifurcação de Lares.

Fonte: Campeão das Províncias

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM