COIMBRA,13 de Junho de 2024

“Questão Coimbrã” discute esta quinta-feira o papel de Coimbra no país

5 de Junho 2024 Rádio Regional do Centro: “Questão Coimbrã” discute esta quinta-feira o papel de Coimbra no país

Será já esta quinta-feira (dia 6) que terá lugar a primeira conferência organizada pela “Questão Coimbrã”, para discutir se “há um lugar para Coimbra neste País”. Com entrada livre, a sessão tem início às 18:00h, no Mosteiro de Santa Clara-a-Nova, no espaço onde se encontra a Bienal Anozero, que apoia a iniciativa.

A intervenção de abertura está a cargo de José Reis, professor catedrático da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, ex-presidente da CCDRC e ex-Secretário de Estado do Ensino Superior. Segue-se Désirée Pedro, arquitecta e directora da Bienal Anozero, que trará à discussão uma perspectiva baseada no contacto com artistas nacionais e internacionais, propondo uma leitura de Coimbra sob a lente cultural. Intervirá também Nicolau Santos, jornalista especializado em assuntos económicos, que foi director-adjunto do Expresso e presidente do Conselho de Administração da Agência Lusa, sendo actualmente presidente do Conselho de Administração da RTP. A moderação estará a cargo de Bruno Paixão, professor do ensino superior, escritor e ligado aos temas da cultura.

De acordo com a organização, serão trazidas a debate questões como: haverá um lugar para Coimbra num país unipolar e cada vez mais estreito? A desmedida concentração da população num único território, a Área Metropolitana da Lisboa e, dentro desta, na sua periferia, assim como uma economia cada vez mais assente em sectores pouco qualificados, oferecem campo para discutirmos uma cidade ousada? Não será o momento de Coimbra reivindicar, por contraposição, a sua condição de espaço com uma urbanidade de grande qualidade e com uma economia capaz, não limitada a setores ditos “banais”?

A Questão Coimbrã é um grupo informal, aberto à sociedade, com vista a reflectir alguns dos temas emergentes que a cidade atravessa na atualidade. Afirma-se livre e cultiva os valores da ética, perseguindo a senda do debate responsável, para pensar e partilhar caminhos de futuro. De acordo com o grupo, a Questão Coimbrã não é um movimento político-partidário, não se vincula às formalidades associativas, não é subsidiada por qualquer pessoa ou entidade e não tem fins lucrativos.

Entre os seus fundadores estão Bruno Paixão, José António Bandeirinha, José Reis, Carlos Cortes, Carlota Simões, Jorge Gouveia Monteiro, Joana Pires Araújo, Carlos Antunes, Helena Freitas, Pedro Bingre do Amaral, Sónia Filipe, Clara Cruz Santos, Pe. Nuno Santos, Hugo Teixeira Francisco, João Fontes da Costa, Alice Luxo, Bruno Pedrosa, Rui Paiva de Carvalho e Tiago Anjinho.

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM