COIMBRA,24 de Maio de 2024

Prova nacional de resistência junta cerca de 300 bombeiros este sábado em Coimbra

7 de Março 2023 Rádio Regional do Centro: Prova nacional de resistência junta cerca de 300  bombeiros este sábado em Coimbra

A 1ª Grande Prova Nacional “Bombeiro de Elite”, organizada pela Companhia de Bombeiros Sapadores de Coimbra (CBSC), vai decorrer este sábado, 11 de Março, e conta já com 282 bombeiros inscritos, 45 equipas de 71 corporações, de Portugal continental e dois elementos da Madeira (Bombeiros de Câmara de Lobos). Trata-se de um teste de resistência, que vai levar os concorrentes a percorrem a subida do Arco da Almedina até à Porta Férrea da Universidade de Coimbra (UC), numa distância de 500 metros, devidamente munidos de equipamentos de protecção individual (EPI).

A 1ª Grande Prova Nacional “Bombeiro de Elite” é dirigida a bombeiros profissionais, voluntários, mistos e privativos. A competição foi apresentada hoje, 07 de Março, na zona do Quebra Costas, pelo vereador com a tutela dos Bombeiros, Carlos Matias Lopes, o comandante e o adjunto da CBSC, Paulo Palrilha e Carlos Carecho respectivamente, e Carlos Ferreira da Associação Nacional de Bombeiros Profissionais. O percurso tem início no Arco de Almedina e termina na Porta Férrea da UC, depois de passar pelo Quebra Costas, Largo da Sé Velha e Rua do Norte. Os participantes vão percorrer, em contrarrelógio, uma distância de 500 metros, com um desnível positivo de 113 metros e um declive médio de sensivelmente 14,1%, equipados com casaco e calças de combate a incêndios urbanos, botas de incêndio urbano e industrial, cogula (que deve estar devidamente colocada e ser mantida até ao final da prova), luvas, capacete, máscara e aparelho respiratório isolante de circuito aberto (ARICA). “São 20 quilos de equipamento, além do esforço físico do próprio bombeiro”, sublinhou o vereador Carlos Matias Lopes, considerando, ainda, que “esta é uma prova com um nível organizacional grande, exigente, mas que terá evoluções”. “Queremos evoluir para que, para o ano, possamos ter aqui uma prova internacional”, avançou Carlos Matias Lopes.

A competição está dividida em sete escalões (feminino e masculino) organizados por grupos etários, de 18 a 29 anos; 30 a 39 anos; 40 a 44 anos; 45 a 49 anos; 50 a 54 anos; 55 a 59 anos e + de 60 anos. Está prevista uma classificação individual (melhor tempo individual cronometrado) e uma classificação por equipa, por Corpo de Bombeiros (que resulta da média da soma dos três melhores tempos dos operacionais desse Corpo de Bombeiros). Em caso de empate, vence o atleta mais velho nos individuais e a equipa cuja soma total das idades seja mais elevada. Só contam para a classificação os tempos dos concorrentes que terminem a prova. O regulamento sublinha ainda que os participantes serão desqualificados pelo júri se comparecerem no local da partida com EPI incompleto ou não normalizado, se não respeitarem as instruções da organização e se retirarem equipamento em qualquer momento da prova.

Os bombeiros vão ter de comparecer 20 minutos antes do início da prova, estando a concentração dos participantes prevista para as 08h00; a recepção será às 08h30 e o início da competição às 09h00, com partidas de 30 em 30 segundos. O final da prova está previsto para as 12h00, seguindo-se a entrega de prémios (13h00), junto à Porta Férrea da UC, e o encerramento do evento (14h00).

Esta é uma prova organizada pela Câmara Municipal, através da Companhia dos Bombeiros Sapadores de Coimbra, com o apoio da Associação Nacional de Bombeiros Profissionais.

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM