COIMBRA,4 de Março de 2024

Politécnico de Coimbra assina criação oficial da UNIgreen – a Universidade Europeia Verde

7 de Março 2023 Rádio Regional do Centro: Politécnico de Coimbra assina criação oficial da UNIgreen – a Universidade Europeia Verde

O Politécnico de Coimbra assinou ontem, dia 6 de Março, a declaração de criação da UNIgreen – a Universidade Europeia Verde, no evento de lançamento da aliança UNIgreen, que está a decorrer em Modena, Itália, até dia 8 de Março.

A UNIgreen é primeira Universidade Europeia no campo da Agricultura Sustentável, Biotecnologia e Ciências do Ambiente e da Vida, que envolve sete outras instituições de ensino superior europeias juntamente com o Politécnico de Coimbra: a Universidade de Almería (Espanha) – coordenador da rede, a Universidade de Modena e Reggio Emilia (Itália), a Haute Ecole de la Province de Liege (Bélgica), a Universidade de Ciências da Vida de Varsóvia (Polónia), a Universidade de Plovdiv (Bulgária), a Universidade Agrícola da Islândia (Islândia) e a Escola de Engenharia de Biotecnologia Sup’Bioptech (França).

Esta segunda-feira, dia 6, realizou-se a cerimónia de abertura, onde os oito reitores assinaram a Declaração de Criação da UNIgreen – A Universidade Europeia Verde, o acto oficial que sela a criação da Assembleia Geral da UNIgreen e declara as suas principais responsabilidades e funcionamento. Esta cerimónia contou com a presença dos reitores ou presidentes das oito instituições beneficiárias da subvenção da UE, bem como de Ana Sofia Coutinho, Conselheira de Projecto da EACEA Agência Executiva Europeia para a Educação e a Cultura (EACEA) (remotamente ligada) e de Alessia Ricci, oficial verde da Agência Nacional Erasmus+ INDIRE.

Para o presidente do Politécnico de Coimbra, Jorge Conde, este momento “é particularmente especial dado que nos vemos envolvidos em mais uma das muitas redes que temos criado, ou a que simplesmente temos adquirido. É um sinal do nosso valor, reconhecido neste caso por mais 7 instituições de ensino europeias”, afirma. Segundo o responsável, numa altura em que as alianças são “cada vez mais determinantes”, o Politécnico de Coimbra continua a mostrar a sua disponibilidade para “criar saber em parceria”. “A Unigreen é mais um sinal disso e pode ser um veículo fundamental para a criação de formação, nomeadamente doutoramentos no seu seio. Por outro lado, robustecemos a capacidade de investigar, desenvolver e inovar”, conclui.

Durante três dias, o programa do evento de lançamento vai juntar cerca de 80 delegados, mais de 50 dos quais provenientes das sete instituições de Espanha, Bélgica, Polónia, Portugal, Bulgária, Islândia e França. Nesta ocasião, os órgãos da estrutura organizativa da aliança reúnem-se pela primeira vez, com o objectivo de estabelecer as suas regras de funcionamento e acções futuras.

A UNIgreen pretende ser a principal universidade europeia nestas áreas, onde os estudantes e a comunidade académica vão desenvolver valores, atitudes, conhecimento e competências para se tornarem agentes activos na transição para uma economia neutra em termos climáticos e, ao mesmo tempo, eficiente na utilização de recursos. A UNIgreen assenta na construção de um ecossistema que ligará a educação, a inovação, e a investigação à sociedade e ao território para promover o desenvolvimento sustentável.

O consórcio UNIgreen – The Green European University, que tem um período de implementação de quatro anos, tem um financiamento de sete milhões de euros da Agência de Execução Europeia da Educação e da Cultura (EACEA).

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM