COIMBRA,29 de Setembro de 2021

Lisboa: Médico sofre processo disciplinar por desaconselhamento

8 de Abril 2019 Rádio Regional do Centro: Lisboa: Médico sofre processo disciplinar por desaconselhamento

Um médico de um centro hospitalar lisboeta é alvo de processo disciplinar por, alegadamente, ter recomendado a uma mulher para não aceitar tratar a surdez de um filho.

A notícia foi divulgada, hoje, pela Agência Lusa, segundo a qual, o otorrinolaringologista invocou incapacidade de uma equipa médica para efectuar um implante coclear.

A criança, 11 anos de idade, acabou por receber o implante, técnica de tratamento da surdez desenvolvida no Hospital dos Covões (Coimbra), ainda no anterior século, por parte de Manuel Filipe e Fernando Filipe, médicos de que foi discípulo o actual director do Serviço de Otorrinolaringologia do CHUC, Luís Filipe Silva.

A mãe da criança informou, por escrito, a directora clínica de uma unidade do Centro Hospitalar e Universitário de Lisboa – Norte (CHULN) que o médico em causa a abordou, dias antes da cirurgia, a indicar que não aceitasse o implante.

A mulher relata, ainda, que o otorrinolaringologista, que não acompanhava a criança, terá obtido o seu número de telefone através da direcção da escola do filho, depois de haver tentado, sem sucesso, consegui-lo através de uma assistente social.

Segundo fontes hospitalares, a cirurgia correu bem e nela participaram três profissionais do CHULN e dois do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC).

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM