COIMBRA,16 de Abril de 2024

Eurodeputados debatem em Lisboa a gestão dos recursos hídricos na Península Ibérica

14 de Fevereiro 2024 Rádio Regional do Centro: Eurodeputados debatem em Lisboa a gestão dos recursos hídricos na Península Ibérica

A ANPROMIS (Associação Nacional dos Produtores de Milho e Sorgo) e a AGPME (Associação Geral dos Produtores de Milho de Espanha) debatem o sector agrícola no Altis Grand Hotel Lisboa nos dias 21 e 22 de Fevereiro de 2024, em Lisboa.

Este será um momento para debater os mais variados temas que afectam a cultura do milho, com especial destaque para a água e o regadio. No segundo dia do encontro, quatro eurodeputados juntam-se para debater “A importância da gestão integrada dos recursos hídricos em ambiente de Alterações Climáticas”.

O presidente da ANPROMIS, Jorge Neves, sublinha que “a questão da disponibilidade de recursos hídricos é comum aos dois países”, ainda que possam ter ligeiras diferenças. “Espanha está um pouco mais defendida do que Portugal porque sempre teve uma política muito forte de regadio. Em Portugal, isso não tem acontecido e, mais recentemente, quem produz culturas de regadio é visto como um grande consumidor de água. Mas isso não é verdade porque os agricultores não consomem água, transformam-na em alimentos. Usamos a água”, explica.

Jorge Neves conclui que as alterações climáticas estão a fazer subir a questão da água e do regadio para os países do centro e do norte da Europa o que obrigará a “União Europeia a encarar este tema com outra profundidade”.

Este evento de destaque, que visa reunir especialistas, agricultores e stakeholders da indústria, sublinha a importância do sector do milho na Península Ibérica. Com uma colaboração frutífera entre a ANPROMIS e a APGME, o congresso oferecerá uma plataforma única para a troca de conhecimentos, experiências e ideias inovadoras no âmbito da produção de milho.

Neste momento, contabilizassem cerca de 600 inscrições, sendo 150 de estudantes o que “demonstra a capacidade mobilizadora que caracteriza não só esta nossa Organização, como a fileira do milho e reforça a aproximação dos jovens a esta cultura, confirmando que a continuidade do sector está assegurada para as próximas gerações”.

“O congresso une o sector agrícola, mas é também preocupação nossa que através deste evento a sociedade perceba a importância de produzir alimentos e de fazer uma ocupação organizada, consistente e integrada do espaço rural”, remata Jorge Neves.

Uma estratégia peninsular

O 3.º Congresso Ibérico do Milho decorre num momento em que os agricultores se manifestam e procuram melhores condições para desenvolverem a sua actividade.

Numa fase de crescente contestação, a ANPROMIS e a APGME unem esforços “para serem uma voz única da Península Ibérica na defesa do sector do milho”, comenta Jorge Neves, presidente da ANPROMIS.

“O milho é uma das principais culturas arvenses da Península Ibérica e também das que mais tem perdido competitividade com as reformas da Política Agrícola Comum. A ANPROMIS e a APGME estão em permanente contacto para defender os interesses do sector em várias frentes, ao nível político, de gestão da água e inovação tecnológica”.

Principais temas do Congresso:

Sustentabilidade da Água na Agricultura: A gestão eficiente da água revela-se crucial para o sucesso das práticas agrícolas. O congresso abordará estratégias para optimizar o uso da água, promovendo a sustentabilidade e a conservação dos recursos hídricos.

Avanços Tecnológicos na Produção de Milho: A tecnologia desempenha um papel fundamental na modernização da agricultura. Serão exploradas inovações como a agricultura de precisão, drones e outras tecnologias emergentes para aumentar a eficiência e a produtividade na produção de milho.

Transferência do título da propriedade: O rosto da agricultura está a mudar. Algumas propriedades foram adquiridas nos últimos anos por fundos financeiros pelo que urge debater como será a titularidade da terra no futuro próximo.

A geopolítica e da agricultura europeia: No âmbito da geopolítica, o congresso explorará as dinâmicas globais que impactam directamente a produção e o comércio agrícola. As discussões abordarão as influências geopolíticas nas políticas agrícolas, nas relações comerciais internacionais e nos desafios enfrentados pelos agricultores.

Mercados agrícolas: O tópico dos mercados agrícolas abordará as complexidades do ambiente económico em que os produtores de milho operam. Este será um momento para explorar as oportunidades emergentes e proporcionar aos participantes o acesso a informações relevantes para que possam tomar decisões informadas num cenário tão dinâmico como o dos mercados agrícolas que passará, inevitavelmente, pela comercialização da produção através das Organizações de Produtores existentes.

Saiba mais em www.anpromis.pt

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM