COIMBRA,4 de Março de 2024

ESEnfC conclui formação de chefias de Enfermagem da Guiné-Bissau

28 de Março 2023 Rádio Regional do Centro: ESEnfC conclui formação de chefias de Enfermagem da Guiné-Bissau

A Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC) acaba de leccionar um curso de Gestão de Unidades de Cuidados para Chefias de Enfermagem Hospitalares, dirigido a enfermeiros guineenses e que, ao longo de várias semanas (num total de 180 horas), foi frequentado por 17 formandos, no âmbito do projecto “Ianda Guiné Saúde – Reforço do Sistema de Saúde da Guiné-Bissau”.

Liderado pelo Camões – Instituto da Cooperação e da Língua e com o apoio da União Europeia, o projecto, com um horizonte temporal de três anos (2020-2023), visa ajudar na melhoria dos recursos humanos em saúde naquele território africano de língua portuguesa.

É, também, nesse sentido que a ESEnfC está a colaborar com a Escola Nacional de Saúde (ENS) da Guiné-Bissau, com vista à criação da licenciatura em enfermagem nesta instituição, tendo já sido apresentada uma proposta de plano de estudos para o futuro curso de ensino superior.

A ENS da Guiné-Bissau está «a desenvolver um trabalho de reconstrução organizativa e criação de uma renovada cultura organizacional, privilegiando a regulamentação, a participação de todos, a co-responsabilização, mas também a reflexão sobre a acção e a procura sistemática da melhoria», refere a vice-presidente da ESEnfC, Manuela Frederico-Ferreira, também uma das formadoras do curso dado aos enfermeiros guineenses.

Na última sexta-feira, aqueles 17 profissionais, maioritariamente do Hospital Nacional Simão Mendes, em Bissau, receberam os certificados de capacitação no curso de Gestão de Unidades de Cuidados para Chefias de Enfermagem Hospitalares, que lhes foram entregues pelo representante do ministro da Saúde Pública do Governo da Guiné-Bissau, o chefe de gabinete Abu Camara.

Desejo de que o curso seja “estendido ao país inteiro, para bem da saúde pública” «Aprendemos a comunicar, liderar, trabalhar em equipa, a tomar decisão, gerir conhecimento, gerir conflitos, administrar os recursos humanos, materiais, financeiras… Gostaria de apelar a que esse curso seja estendido ao país inteiro, para bem da saúde pública, e que seja acrescentado nos currículos da nossa Escola Nacional de Saúde», afirmou, na ocasião, o enfermeiro que discursos em representação dos formandos, Pedro Album Debe.

Pela ESEnfC, estiveram na cerimónia a vice-presidente da instituição, Manuela Frederico-Ferreira, e os também docentes Alfredo Lourenço e Verónica Coutinho. A sessão contou, ainda, com representantes da Embaixada de Portugal e da União Europeia.

No âmbito da cooperação da ESEnfC no projecto “Ianda Guiné Saúde”, o estabelecimento de Coimbra também recebeu em Portugal seis enfermeiros provenientes da Guiné-Bissau, para a frequência de três cursos de mestrado.

O projecto “Ianda Guiné Saúde”, no contexto do qual também outros professores da ESEnfC já se deslocaram ao território guineense, é apoiado com dois milhões de euros pela União Europeia e com um co-financiamento de mais 140 mil euros do Instituto Camões e da Fundação Calouste Gulbenkian.

Contando com vários parceiros locais, o projecto – que esteve igualmente a prestar formação a médicos guineenses – é também apoiado, em Portugal, pelo Instituto de Higiene e Medicina Tropical, pela Direcção-Geral da Saúde, pela Escola de Medicina da Universidade do Minho, pelos hospitais de Braga, Guimarães e Viana do Castelo e pela Ordem dos Médicos.

Fonte: Campeão das Províncias

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM