COIMBRA,21 de Fevereiro de 2024

Coimbra: Candidaturas ao Prémio de Arquitectura Diogo Castilho até 31 de Maio

2 de Maio 2023 Rádio Regional do Centro: Coimbra: Candidaturas ao Prémio de Arquitectura Diogo Castilho até 31 de Maio

As candidaturas ao Prémio de Arquitectura Diogo Castilho, que distingue obras arquitectónicas relevantes no município de Coimbra, devem ser efectuadas até ao próximo dia 31 de Maio.

O júri do concurso irá avaliar as candidaturas até dia 25 de Junho e o prémio, que tem o valor pecuniário de 10 mil euros, será depois entregue em Julho, por ocasião das Festas da Cidade.

O Prémio Municipal de Arquitectura Diogo de Castilho destina-se a premiar obras cuja concepção e qualidade arquitectónica sejam relevantes exemplos na realidade edificada do Município de Coimbra, nomeadamente: obras de construção, de reconstrução, de alteração e de ampliação, cujo projecto mereça destaque pelo respeito do património edificado e pelos arranjos urbanísticos e tratamento de espaços exteriores de uso público. O prémio pode ser aplicado a obras relativas à criação de novos espaços, como à recuperação ou reabilitação de espaços urbanos já existentes.

As candidaturas já estão em curso e podem ser efectuadas, pessoalmente, nos serviços de atendimento ao público da Câmara Municipal, no Atendimento ao Público da CM (no Mercado Municipal D. Pedro V – nos dias úteis das 8h30 às 16h30 – ou na Loja do Cidadão – nos dias úteis das 8h30 às 19h30 e aos sábados das 9h30 às 15h00) até 31 de Maio.

O júri do concurso deverá, depois, avaliar e classificar os projectos e as obras seleccionadas, tendo em conta os seguintes critérios: qualidade arquitectónica da obra como fonte de promoção e incentivo à valorização e/ou salvaguarda do património arquitectónico do Município, coerência e originalidade arquitectónica (adequabilidade da solução e concepção inovadora), integração urbanística (enquadramento da obra na envolvente urbana, paisagística e ambiental), e qualidade construtiva e sustentabilidade (recurso a soluções técnicas e construtivas adequadas e sustentáveis e à salvaguarda da eficiência energética).

O valor do prémio é de 10 mil euros, sendo o júri constituído pelo presidente da Câmara de Coimbra (ou vereador com competência delegada), por António Monteiro, arquitecto designado pela Assembleia Municipal de Coimbra a 20 de Abril, por Luís Miguel Correia, arquitecto designado pela Câmara de Coimbra, por um arquitecto representante da Ordem dos Arquitectos (Secção Regional do Centro) e por um arquitecto representante do Departamento de Arquitectura da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.

Fonte: Campeão das Províncias

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM