COIMBRA,1 de Março de 2024

Coimbra apresenta “Cinco Joias” para comemorar 10 anos de Património Mundial

20 de Março 2023 Rádio Regional do Centro: Coimbra apresenta “Cinco Joias” para comemorar 10 anos de Património Mundial

A Universidade de Coimbra (UC) apresenta, na quarta-feira (22), o livro Cinco Joias, promovido pela Associação Ruas, para comemorar o 10.º aniversário da classificação de Coimbra – Alta e Sofia como Património Mundial da Humanidade pela UNESCO.

A obra, coordenada pelos académicos João Gouveia Monteiro e Maria Leonor Cruz Pontes, revisita a Biblioteca Joanina, a Capela de São Miguel e o seu órgão barroco, o Jardim Botânico e o Museu Nacional de Machado de Castro.

“Não podendo incluir todos os espaços classificados num único livro, escolhemos esses cinco equipamentos, bastante diversificados e que são de uma grande riqueza patrimonial e turística de Coimbra que, no seu conjunto, têm um valor incalculável”, disse o historiador João Gouveia Monteiro.

A partir da selecção dos equipamentos, “foram escolhidos os autores considerados mais adequados para escrever sobre cada um dos temas”, explicou o professor da UC.

“São seis textos ao todo sobre estes cinco lugares de sonho do património classificado em 2013, que são celebrados nesse livro que tem versão portuguesa e inglesa e é profusamente ilustrado de todos os lugares”, acrescentou.

Sobre a Biblioteca Joanina existem dois textos – um sobre a sua construção, da autoria do professor Fernando Taveira da Fonseca, “muito inovador, que prova documentalmente que a biblioteca foi paga, não pelo rei, mas pela própria universidade que, durante a sua edificação (1717-1728), afectou um terço do seu orçamento à construção e liderou todo o processo”.

O livro conta ainda com textos de António Filipe Pimentel (segundo texto sobre Biblioteca Joanina), Gabriel Pereira (Capela de São Miguel), Paulo Bernardino (órgão barroco da Capela São Miguel), Ana Cristina Tavares dos Santos (Jardim Botânico) e Maria de Lurdes Craveiro (Museu Machado de Castro).

No prefácio, João Gouveia Monteiro salienta que os textos não são uma “repetição” do que já se sabia sobre aqueles equipamentos, mas sim “um estudo rigoroso e actualizado sobre cada um daqueles cinco temas, assinado por especialistas de indiscutível competência e reputação”.

O lançamento das Cinco Joias vai decorrer na quarta-feira, às 17h00, na Capela de São Miguel, numa sessão em que será possível escutar algumas peças de música ibérica dos finais do Renascimento e do período barroco compostas para órgão, interpretadas pelo organista titular da UC, Paulo Bernardino.

“Penso que é uma maneira muito digna de iniciar a comemoração dos 10 anos da classificação de Coimbra – Alta e Sofia como Património Mundial da Humanidade pela UNESCO”, sublinhou João Gouveia Monteiro.

Fonte: Campeão das Províncias

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM