COIMBRA,24 de Abril de 2024

Centro histórico de Oliveira do Hospital entra na última fase de requalificação

10 de Novembro 2022 Rádio Regional do Centro: Centro histórico de Oliveira do Hospital entra na última fase de requalificação

A última fase das obras de requalificação do centro histórico de Oliveira do Hospital vai “arrancar em breve”, com um investimento que ultrapassa os 1,2 milhões de euros, revelou esta quinta-feira (10) a Câmara Municipal.
O auto de consignação para esta quarta e última fase das obras de requalificação do centro histórico de Oliveira do Hospital foi assinado terça-feira, cabendo a sua execução à empresa Manteivias Engenharia e Construção.
A complexidade da empreitada de requalificação do centro histórico de Oliveira do Hospital obrigou à sua divisão e adjudicação em quatro lotes distintos, representando um investimento total que ronda os três milhões de euros, que conta com uma comparticipação de 1,7 milhões de euros do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).
As obras num dos lotes (lote B) estão concluídas, encontrando-se dois outros lotes (C e D) em fase de conclusão. De acordo com o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Francisco Rolo, esta última fase dos trabalhos (lote A) é “uma intervenção arrojada” e de grande complexidade, quer ao nível dos trabalhos de engenharia, quer ao nível da percepção das pessoas com o que se pretende fazer.
“Vai ser o lote mais desafiante de todos pelos impactos que vai ter na circulação e na vida normal das pessoas e, por outro lado, por tudo o que vai alterar na estrutura da praça, mexendo com alguns elementos que as pessoas têm fixados na sua memória”, indicou.
O autarca deste concelho do interior do distrito de Coimbra sublinhou todo o diálogo que a Câmara tem mantido neste processo de dar um novo figurino à zona histórica, com contactos próximos com os diversos agentes desta área da cidade. Também os moradores e comerciantes locais “foram desafiados” a formar uma comissão de acompanhamento.
“Queremos revitalizar esta zona do ponto de vista humano, económico e residencial, assim como queremos mais pessoas a descobrir onde Oliveira do Hospital começou”, sustentou. A par disto há também “a possibilidade da reabilitação do edificado degradado poder originar uma nova zona residencial, alinhada com as políticas públicas de rendas acessíveis, para fixar novos moradores e profissionais”.
“Quem sabe, no futuro, não pode nascer na zona histórica um projecto emblemático, um ‘hub’ criativo que ligue a capacidade empreendedora que Oliveira do Hospital tem para atrair gente nova a um projecto marcante e polarizador desta zona”, concluiu.

Fonte: Campeão das Províncias

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM