COIMBRA,19 de Maio de 2024

Carlos Fiolhais vai doar 40 mil documentos para Biblioteca em Coimbra

29 de Abril 2024 Rádio Regional do Centro: Carlos Fiolhais vai doar 40 mil documentos para Biblioteca em Coimbra

Carlos Fiolhais vai doar a sua biblioteca ao Município de Coimbra que ficará instalada na antiga Estação Elevatória no Parque da Cidade.

O espaço da Águas de Coimbra (AC) vai ser preparado para acolher parte do vasto espólio do antigo director da Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra (UC), composto por cerca de 40 mil documentos.

A proposta de protocolo entre o Município de Coimbra, a AC e o próprio Carlos Fiolhais prevê a criação da Biblioteca Carlos Fiolhais, como sendo um pólo da Biblioteca Municipal, e vai ser debatida na reunião de Câmara desta segunda-feira.

A doação será feita em várias fases e sempre com o acompanhamento de Carlos Fiolhais, sendo que a primeira entrega compreende três mil documentos.

Carlos Fiolhais, professor catedrático de Física da Universidade de Coimbra e ensaísta, ex-director da Biblioteca de Física da Universidade de Coimbra, ex-diretor da Biblioteca Geral da UC, fundador e ex-director do Rómulo-Centro Ciência Viva da Universidade de Coimbra e actual coordenador das “Conversas Almedina” na Livraria Almedina-Estádio em Coimbra, pretende doar ao Município de Coimbra parte significativa da sua vasta colecção de livros, publicações periódicas e de suportes áudio e audiovisuais, com vista à criação de um novo equipamento cultural onde funcione uma biblioteca que possa ser desfrutada pelos meus cocidadãos e vindouros.

Nesse sentido, tal como explana a proposta de protocolo, “é do interesse municipal aceitar a doação nas condições manifestadas pelo doador e desenvolver o projecto cultural e educativo que lhe está associado”. Por sua vez, a AC considera que este projecto representa “o começo de um novo ciclo que permitirá contribuir para a promoção da relação entre o saber científico e a sociedade, valorizando as suas contribuições para o bem-estar das pessoas em harmonia com a sustentabilidade do recurso água, em particular, e do planeta, no geral”.

A proposta prevê que seja celebrado um protocolo entra ambas as entidades e Carlos Fiolhais com vista à instalação, no Parque Dr. Manuel Braga, de um centro cultural com serviço de biblioteca, designado Estação Elevatória de Coimbra – Biblioteca Carlos Fiolhais, funcionando ainda como um pólo da Biblioteca Municipal.

A universalidade dos bens doados ao Município de Coimbra – como se refere na minuta de protocolo – abrange cerca de 40 mil documentos (literatura nacional e estrangeira, incluindo poesia, arte, banda desenhada, ciência e tecnologia e ensaios), publicações periódicas, nacionais e estrangeiras, e suportes áudio e audiovisuais (discos digitais com músicas, principalmente, música clássica e jazz, filmes, de ficção e documentários, e programas informáticos).

O protocolo estabelece, entre outos aspectos, a calendarização da doação. No acto de assinatura serão entregues cerca de três mil documentos, entre os quais livros, publicações periódicas e suportes áudio e audiovisuais, para que se possa iniciar o trabalho de inventariação, assegurado pela Águas de Coimbra, sob coordenação do serviço da Divisão de Bibliotecas e Arquivo Histórico da Câmara de Coimbra. À medida que a inventariação dos bens doados for sendo efectuada, vão sendo entregues à autarquia mais documentos. Os restantes serão entregues, após o falecimento do professor catedrático e representam livros da sua autoria, manuscritos, apontamentos, esboços, e outros de uso pessoal.

A Águas de Coimbra e a autarquia comprometem-se a realizar as obras necessárias para a abertura da biblioteca até 1 de Abril de 2025 e inaugurar o espaço até 1 de Maio de 2025. De acordo com o protocolo, em obras e equipamento prevê-se um investimento de 100 mil euros (distribuídas por 2024 e 2025) e, para a programação, 20 mil por ano.

De acordo com a proposta, Carlos Fiolhais vai colaborar no desenvolvimento do projecto cultural, na dinamização das suas actividades, sem qualquer renumeração, na organização das actividades, privilegiando a ligação entre as artes, as ciências e as tecnologias, através de apresentações de livros, dinamização de tertúlias, debates, workshops e representações ligadas a livros.

Fonte: Campeão das Províncias

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM