COIMBRA,27 de Janeiro de 2022

Cantanhede: Ançã recebe terceiro espectáculo do Ciclo de Concertos de Órgão de Tubos

5 de Janeiro 2022 Rádio Regional do Centro: Cantanhede: Ançã recebe terceiro espectáculo do Ciclo de Concertos de Órgão de Tubos

No próximo dia 15 de Janeiro, o Ciclo de Concertos de Órgão de Tubos prossegue, pelas 21h30, na Igreja Matriz de Ançã. João Santos, prestigiado compositor e organista português, assumirá o teclado do órgão de tubos de Ançã, neste que será o terceiro espectáculo da iniciativa que integra a programação cultural em rede “Tradição – Da Serra ao Mar”.

João Santos propõe um recital subordinado ao tema BACH – influência e legado, do qual constam obras paradigmáticas do reportório barroco, com o destaque a incidir naturalmente nas composições de Johann Sebastian Bach, ele que é tido por muitos como o nome maior deste género de música. O músico irá assim interpretar os andamentos Allegro, Grave e Presto do Concerto em Sol Maior BWV 592 e os andamentos Andante, Adagio e dolce e Vivace da Sonata III em Ré menor BWV 527, deste famoso compositor alemão.

Durante o concerto serão ainda interpretadas algumas das mais marcantes obras de Música Sacra, entre as quais o Prelúdio em Sol menor BuxWV 149, de Dieterich Buxtehude, as Três Meditações Corais, com os andamentos Befiehl du deine Wege, Vater unser im Himmelreich I e Vater unser im Himmelreich II, de Andres Uibo e Fantasia em Fá maior, de Johann Gottfried Müthel.

Segundo o Município de Cantanhede, a presença de órgãos de tubos no vasto território nacional, “cujo fim primeiro foi a sua função litúrgica no culto religioso no seio da Igreja Católica, impõe-se muito para além da dimensão religiosa ou a sua imponência arquitetónica do espaço de culto onde se insere. Contamos com dois distintos instrumentos no nosso concelho em pleno funcionamento, bem diferentes um do outro na sua especificidade”. A oportunidade de realizar concertos de órgão de tubos, contando com exímios instrumentistas, “afirmará a importância destes instrumentos como sinal dos tempos, assumindo concomitantemente a intemporalidade no seio de uma comunidade, de uma região, de um território, pois que são um símbolo de união”.

Cada concerto “ultrapassa as barreiras artísticas e musicais, na medida em que convidamos os espectadores a apreciar as magníficas igrejas que acolhem estes instrumentos, bem assim também toda a riqueza patrimonial que os espaços envolventes proporcionam”, refere a autarquia.

Recorde-se que o projecto “Tradição da Serra ao Mar” surge no âmbito de uma parceria entre os municípios de Cantanhede, Mortágua e Oliveira do Hospital, contando com a colaboração da CulturX – Associação de Desenvolvimento Artístico. Este ciclo de concertos tem como principal objectivo fomentar o investimento na conservação, protecção, promoção e desenvolvimento do Património Cultural dos territórios dos três concelhos. A iniciativa resulta de uma candidatura ao “Centro 2020 – Programação Cultural em Rede – Afirmar a Sustentabilidade dos Territórios” e está assente numa programação cultural focada na Tradição e no património local e regional, que visa ainda contribuir para a diminuição das assimetrias e reforçar a coesão territorial, sustentando, simultaneamente, o incremento da imagem externa da região nas suas similitudes e particularidades.

Fonte: Campeão das Províncias

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM