COIMBRA,24 de Fevereiro de 2024

Câmara diz que anterior Executivo não fiscalizou gestão do Estádio de Coimbra

14 de Março 2023 Rádio Regional do Centro: Câmara diz que anterior Executivo não fiscalizou gestão do Estádio de Coimbra

O vereador com a pasta do Desporto da Câmara de Coimbra afirma que o anterior Executivo absteve-se de fiscalizar o cumprimento do acordo de gestão e utilização do Estádio pela Académica.

“A manutenção do Estádio é uma responsabilidade da Académica, por via do acordo de 2004, mas a Câmara tem uma responsabilidade de fiscalização dessa manutenção. Nos últimos anos, ninguém se preocupou em fazer essa fiscalização”, afirmou o vereador Carlos Lopes, eleito pela coligação Juntos Somos Coimbra.

Carlos Lopes respondia, durante a reunião desta segunda-feira do Executivo, ao vereador do PS Hernâni Caniço que questionava a Câmara de Coimbra sobre o acordo de utilização do Estádio Cidade de Coimbra pela Associação Académica de Coimbra – Organismo Autónomo de Futebol (AAC/OAF), nomeadamente no que toca às contrapartidas relacionadas com os concertos dos Coldplay previsto para aquele espaço, em Maio.

Segundo Carlos Lopes, o actual Executivo foi o único a fazer essa fiscalização, nomeadamente através dos relatórios de exploração previstos no acordo.

“Fomos os únicos que pedimos os relatórios de exploração”, notou o vereador, pedindo a Hernâni Caniço para ir ver “quantos relatórios estão na Câmara e quantos foram pedidos”, frisando que a Câmara está a fazer a fiscalização da utilização do Estádio Cidade de Coimbra.

Na semana passada, a agência Lusa noticiou que a Câmara de Coimbra tinha pedido os relatórios de exploração e gestão do estádio à AAC/OAF, dando nota de que os documentos ainda estavam em falta.

O acordo celebrado entre as duas entidades determinava que aquele clube de futebol que milita actualmente no terceiro escalão nacional teria de fornecer anualmente “elementos necessários à fiscalização do cumprimento do contrato, incluindo o relatório e conta de exploração”.

Sobre o caso do Estádio, o presidente da Câmara de Coimbra, José Manuel Silva, vincou que não é o Município que organiza o concerto dos Coldplay, reafirmando que as eventuais receitas de utilização do estádio estarão assentes num entendimento entre a AAC/OAF e a entidade promotora.

Sobre o custo para a Câmara de Coimbra de trazer os Coldplay à cidade, José Manuel Silva voltou a referir que, “a seu tempo”, será divulgado o contrato celebrado.

Durante o período antes da ordem do dia, na reunião realizada na Junta de Freguesia de Ceira, também o vereador do PS José Dias interpelou Carlos Lopes, neste caso sobre o estado do Orçamento Participativo (em situações normais, as candidaturas estariam abertas a partir de 1 de Março).

Carlos Lopes esclareceu que gostaria de “ter outra dinâmica”, mas defendeu que o Executivo pretende “limpar aquilo que está para trás”. “Enquanto tivermos projectos por resolver não vamos avançar com novos projectos”, disse Carlos Lopes, que tinha anteriormente dito que o Orçamento Participativo regressaria neste ano.

Fonte: Campeão das Províncias

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM