COIMBRA,21 de Fevereiro de 2024

Bolsa EURETINA bate recorde em projecto liderado por investigadores de Coimbra

22 de Novembro 2023 Rádio Regional do Centro: Bolsa EURETINA bate recorde em projecto liderado por investigadores de Coimbra

O Coimbra Institute for Clinical and Biomedical Research (iCBR) da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC) conquistou uma bolsa de 300 mil euros para desenvolver um tratamento inovador para uma doença hereditária da retina. Este montante representa o financiamento mais substancial concedido nas cinco edições da bolsa EURETINA, da Sociedade Europeia de Especialistas em Retina.

O projecto, intitulado ‘EYS on gene editing for retinitis pigmentosa 25’, liderado pelos investigadores João Pedro Marques e Henrique Alves, foi distinguido no 23.º congresso EURETINA, realizado este ano em Amesterdão. A equipa inclui ainda Francisco Ambrósio e Peter Quinn, investigador da Universidade de Columbia, EUA.

O investigador principal, João Pedro Marques, destaca que a pesquisa em Oftalmologia em Portugal está em sintonia com os padrões internacionais. Esta é a terceira vez que oftalmologistas portugueses, particularmente de Coimbra, conquistam a bolsa EURETINA, reflectindo a excelência da investigação na área.

O projecto foca-se na retinopatia pigmentar, uma doença rara, crónica e progressiva, envolvendo mais de 80 genes. Utilizando o registo nacional de doenças hereditárias da retina (IRD-PT), a equipa identificou o gene EYS como um dos principais responsáveis pela doença em Portugal.

A pesquisa, financiada para um período de dois anos a partir de abril de 2024, explorará o prime editing, uma técnica sofisticada que permite a edição do genoma in loco e in vivo. Os investigadores procuram uma solução inovadora para tratar esta mutação prevalente, oferecendo esperança aos pacientes afectados.

A abordagem do prime editing destaca-se pela sua segurança, minimizando o risco de modificações fora do alvo pretendido. João Pedro Marques salienta que esta técnica pode abrir portas para novas terapêuticas em diversas causas de cegueira hereditária.

O plano de trabalho inclui a contratação de dois investigadores, visando atrair jovens talentos interessados no estudo das doenças retinianas hereditárias. O Projecto representa um avanço significativo na busca por tratamentos inovadores que podem preservar a visão de muitos pacientes portugueses e além-fronteiras.

Fonte: Campeão das Províncias

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM