COIMBRA,5 de Março de 2024

Águas do Centro Litoral distribui dividendos e tem novo Conselho de Administração

13 de Abril 2023 Rádio Regional do Centro: Águas do Centro Litoral distribui dividendos e tem novo Conselho de Administração

Assembleia-Geral da empresa Águas do Centro Litoral nomeou novo Conselho de Administração e decidiu distribuir dividendos no valor de 3,5 milhões de euros pelos accionistas.

Realizou-se esta quinta-feira a continuação da Assembleia-Geral da Águas do Centro Litoral (AdCL), onde foi eleito o novo Conselho de Administração para o triénio 2023-2025.

Alexandre Oliveira Tavares mantém-se na presidência do Conselho de Administração da AdCL, tendo sido ainda nomeados como vogais executivos Sandra Santos e Paulo Leitão e como vogais não executivos Ana Katila Ribeiro, Cláudia Correia, Silvério Regalado e Jorge Vala.

O novo Conselho de Administração, agora com sete elementos, é, assim, composto por quatro representantes da Águas de Portugal e três representantes por indicação municipal.

Para o presidente do Conselho de Administração da AdCL, “um segundo mandato é sempre diferente do primeiro e uma nova equipa permite delinear novas estratégias, consolidar objectivos e criar outros desafios”.

As estratégias passam por “projectar uma AdCL mais preparada para os desafios ambientais e energéticos, mais robusta e eficiente nas operações de abastecimento e saneamento que realiza, mais sustentável nas diferentes vertentes, mais reconhecida pelos stakeholders e cidadãos em geral pelo serviço essencial que presta”.

Alexandre Oliveira Tavares afirma que este novo mandato, que hoje se inicia, é marcado pela:

“- Estabilidade da empresa no contexto operacional, estabilidade de decisão sectorial, quer no Grupo Águas de Portugal, quer na dimensão regulatória;

– Pelo reforço da presença dos accionistas municipais nos processos de decisão, desde a administração aos processos de cofinanciamento, em prol da resiliência das operações e dos desafios territoriais;

– Mas essencialmente pela necessidade de um posicionamento estratégico para responder aos desafios relacionados com as novas exigências ambientais, com a eficiência energética, com a descarbonização e circularidade dos recursos, mas também com os desafios dos territórios e com as expectativas dos agentes locais, com a dinâmica demográfica que no âmbito da AdCL é muito contrastada, assim como com quadros de incerteza climática e geopolítica”.

Considera, ainda, que a AdCL, através dos seus accionistas e órgãos sociais que hoje tomam posse, “devem colocar a ambição futura na promoção de vectores estratégicos de desenvolvimento da Empresa”, nomeadamente:

“- O saber posicionar-se no ‘lado certo na história’, acompanhando a evolução de valores da sociedade e dos respectivos impactos no sector da água e na gestão operacional;

– Promover a consolidação de um modelo de sustentabilidade organizacional baseado na optimização e ganhos de eficiência nos processos, na gestão e requalificação de activos baseado na qualidade e fiabilidade do serviço prestado, no equilíbrio financeiro e na depleção do desvio tarifário ao longo da concessão, na transparência, na proporcionalidade e ética das decisões;

– Na equidade e responsabilidade social, através da promoção do grau de satisfação e a segurança dos trabalhadores, da valorização do trabalho e a gestão de carreira profissional;

– Na transparência de gestão e em boas práticas de conduta e de governação, através do Quadro de Compromisso Estratégico e da Política de Integridade no Grupo AdP”.

A sessão desta quinta-feira foi, também, a continuação da Assembleia-Geral de 22 de Março, onde os accionistas da Águas do Centro Litoral (AdCL) aprovaram por unanimidade as contas relativas ao exercício de 2022. A empresa alcançou resultados líquidos de 3,5 milhões de euros, tendo sido deliberado distribuir dividendos aos accionistas.

Relativamente às contas do exercício de 2022, verifica-se que os principais indicadores financeiros da empresa registaram melhorias, com o volume de negócios a crescer para 62,8 milhões de euros (face aos 59 milhões de euros alcançados em 2021), os resultados operacionais a aumentarem para 12,6 milhões de euros (face a 9,6 milhões de euros e o EBITDA a subir para 29,2 milhões de euros (comparando com 28,7 milhões de euros em 2021).

A nível de actividade de 2022, destaca-se o fornecimento de 30,6 milhões de metros cúbicos de água e o tratamento de 64,3 milhões de metros cúbicos de águas residuais. Actualmente, a AdCL fornece água em qualidade e quantidade a cerca de 297 mil habitantes de 11 municípios e trata as águas residuais de 722 mil habitantes dos 29 municípios servidos.

ÓRGÃOS SOCIAIS DA ADCL

Mesa da Assembleia Geral

Presidente: Gonçalo Nuno Bértolo Gordalina Lopes, PCM de Leiria

Vice-Presidente: Paulo Manuel Marques Fernandes

Secretário: Ana Cristina Rebelo Pereira

Conselho de Administração

Presidente executivo: Alexandre Manuel de Oliveira Soares Tavares

Vogal executiva: Sandra Marina Freitas dos Santos Silva

Vogal executivo: Paulo Jorge Carvalho Leitão

Vogal não executiva: Ana Katila Bernardes Ribeiro

Vogal não executiva: Cláudia Sofia Nunes André Correia

Vogal não executivo: José Jorge Couto Vala, PCM de Porto de Mós

Vogal não executivo: Silvério Rodrigues Regalado, PCM de Vagos

Comissão de Vencimentos

Presidente: Catarina Isabel Clímaco Monteiro d’Oliveira

Vogal: Rui Mendes Costa

Vogal: Luís Paulo Carreira Fonseca da Costa, PCM de Arganil

A Águas do Centro Litoral, S.A.

A Águas do Centro Litoral, S.A. (AdCL) é a entidade gestora responsável pelo sistema multimunicipal de abastecimento de água e de saneamento do Centro Litoral de Portugal, integrando 30 municípios e uma população servida de 722 mil de habitantes, numa área territorial correspondente a 6% do território continental português.

A concessão do sistema foi-lhe atribuída, pelo Estado português, por um período de 30 anos, e tem por objectivo garantir a qualidade, a continuidade, a acessibilidade e a eficiência dos serviços públicos de águas, no sentido da promoção da saúde pública, do bem-estar das populações e da protecção do ambiente.

A AdCL gere quatro (4) Estações de Tratamento de Água (ETA) e sete (7) outras instalações de tratamento de Água, 197 estações elevatórias de abastecimento de água e saneamento e 60 reservatórios, 67 Estações de Tratamento de Águas Residuais e 1.217 km de condutas de água e emissários de saneamento.

Trata-se de uma empresa participada pela AdP – Águas de Portugal, SGPS, S.A. e pelos Municípios de Águeda, Albergaria-a-Velha, Ansião, Arganil, Aveiro, Batalha, Cantanhede, Coimbra, Condeixa-a-Nova, Espinho, Estarreja, Góis, Ílhavo, Leiria, Lousã, Marinha Grande, Mealhada, Mira, Miranda do Corvo, Murtosa, Oliveira do Bairro, Ourém, Ovar, Penacova, Penela, Porto de Mós, Santa Maria da Feira, Soure, Vagos e Vila Nova de Poiares.

GRUPO MEDIA CENTRO  |  SOBRE NÓS  |  ESTATUTO EDITORIAL  |  CONTACTOS

AS NOSSAS RÁDIOS

 

Todos os direitos reservados Grupo Media Centro

Rua Adriano Lucas, 216 - Fracção D Eiras - Coimbra 3020-430 Coimbra

Powered by Digital RM